Tamanho do texto

Polícia mobilizou 13 caminhoneiros para formar 'colchão' e reduzir altura de possível queda; homem desistiu de pular e foi encaminhado a centro médio

Polícia de Michigan contou com o apoio de 13 caminhoneiros para evitar suicídio em passarela
Reprodução/Fox News
Polícia de Michigan contou com o apoio de 13 caminhoneiros para evitar suicídio em passarela

Uma grande demonstração de trabalho em equipe em pról da vida tomou lugar nas primeiras horas desta terça-feira (24) na cidade de Detroit, no estado americano de Michigan. A polícia local contou com a ajuda de um grupo de caminhoneiros nesta madrugada para evitar o suicídio de um homem que estava pré-disposto a se jogar de cima de uma passarela.

Leia também: Urano é coberto por nuvem que tem 'cheiro de ovo podre', garantem cientistas

Segundo reportado pelo canal de notícias Fox News , as autoridades de Michigan foram acionadas por volta da 1h da madrugada (horário local) por conta do homem caminhando sobre a passarela e ameaçando cometer o suicídio . O indivíduo não teve a identidade divulgada.

As autoridades policiais conseguiram mobilizar 13 caminhoneiros que trafegavam pela rodovia que passa por baixo da passarela para montar uma espécie de barreira e reduzir a altura da possível queda do indivíduo. Todas as faixas da rodovia foram interditadas, nos dois sentidos, por conta da ocorrência.

Foi mobilizada uma força-tarefa com profissionais de três corporações policiais para negociar com o indivíduo e tentar demovê-lo de seu intento suicida. As conversas se estenderam por algumas horas, mas felizmente o homem desistiu da ideia de pular. Ele foi encaminhado a um centro médico para avaliação especializada.

A rodovia onde se passou o episódio foi reaberta para o tráfego de veículos por volta das 4h da manhã, ainda conforme reportou a Fox News .

Leia também: Confundidos com traficantes, três estudantes são dissolvidos em ácido no México

Centro de Valorização da Vida

Aqui no Brasil, aqueles que precisam de algum apoio emocional podem procurar o Centro de Valorização da Vida (CVV), que atende pelo número 188 (24 horas e sem custo de ligação) ou 141 (nos estados da Bahia, Maranhão, Pará e Paraná). Também é possível buscar apoio pelo site ( neste link ), por chat, Skype e por e-mail.

O CVV é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, que presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e anonimato. A instituição é associada ao Befrienders Worldwide, que congrega entidades congêneres de todo o mundo, e participou da força-tarefa que elaborou a Política Nacional de Prevenção do Suicídio, do Ministério da Saúde, com quem mantém, desde 2015, um termo de cooperação para a implantação de uma linha gratuita nacional de prevenção do suicídio.

Leia também: Criança de 12 anos rouba cartão de crédito da mãe e viaja sozinho para Bali