undefined
Reprodução/CNN
Tiroteio em escola de Maryland deixa feridos nos Estados Unidos; não se sabe ainda as circunstâncias do crime

Pelo menos três estudantes ficaram feridos, nesta terça-feira (20), depois que tiros foram registrados dentro do colégio Great Mills High School, em Maryland, nos Estados Unidos, segundo a imprensa local. Esse já é o segundo tiroteio em escola registrado só neste ano no país. 

Leia também: 'Fiz barricadas com brinquedos para me proteger', diz menina estuprada 225 vezes

De acordo com as primeiras informações, a escola foi fechada e há policiais nos arredores e no local, investigando as circunstâncias do crime. Embora a CNN fale em ao menos três feridos, ainda não há informações sobre o número exato e o estado de saúde das vítimas, nem sobre o autor do tiroteio em escola .

As autoridades já informaram que a 'situação está controlada' no colégio, que recebe cerca de 1.600 alunos do ensino médio. Porém, por motivos de precaução, o xerife do condado de Mary's fez um apelo para que os pais não se dirijam até o local, mas se concentrarem em um outro colégio próximo.

Tiroteio em Parkland

Esse já é o segundo episódio do tipo só neste ano nos Estados Unidos. Isso porque, em 14 de fevereiro, o ex-aluno Nikolas Cruz, invadiu a escola Stoneman Douglas High School, em Parkland, na Flórida e matou 17 alunos, além de deixas diversos feridos.

Leia também: Donald Trump defende pena de morte para traficantes em plano contra drogas

Na ocasião, Nikolas invadiu a Stoneman Douglas High School pela tarde e foi preso logo após o tiroteio. No ataque, ele usou um rifle AR-15.

Esse foi o maior ataque a uma escola nos Estados Unidos desde o tiroteio de Sandy Hook, que deixou 26 vítimas fatais em 2012. Naquela ocasião Adam Lanza, então com 20 anos idade, abriu fogo contra uma escola infantil. Entre os 26 mortos, 20 eram crianças.

Apesar do novo tiroteio em escola, não se sabe ainda se o alvo do atirador eram os alunos. As investigações sobre o caso devem durar pelo menos o dia inteiro.

Leia também: Sarkozy é detido para depor sobre financiamento de campanha na França

* Com informações da Agência Ansa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários