undefined
ICN
Na trova de tiros, uma das balas atingiu a virilha do turista brasileiro Julio César De Medeiros, de 53 anos.

Um turista brasileiro morreu após ser atingido por um tiro durante a fulga de dois assaltantes em Montevideo, no Uruguai. Os criminosos haviam assaltado um caixa eletrônico de um supermercado local e tetaram fugir em um táxi. No entanto, perceberam que estava sendo perseguidos de moto pelos seguranças do estabelecimento comercial.

Leia também: 'Fiz barricadas com brinquedos para me proteger', diz menina estuprada 225 vezes

Na fulga, um dos ladrões resolveu entrar em um apartamento de um hotel e acabou trocando tiros com os seguranças particulares. Uma das balas atingiu a virilha do turista brasileiro Julio César De Medeiros, de 53 anos.

Ele foi levado ao hospital, mas com a perda de sangue, não resistiu e faleceu. "Após receber transfusões e técnicas de reanimação, foi constatada a morte por volta da meia-noite", explica o documento. Medeiros estava no Uruguai com a esposa e voltariam ao Brasil nesta segunda-feira (19). Nenhuma outra pessoa ficou ferida.

Leia também: Pacote-bomba explode e deixa feridos no Texas; já é o quarto do tipo neste mês

Presos

A polícia apreendeu três armas, uma delas de plástico, e uma mochila com o dinheiro roubado . Os suspeitos pelo assalto, dois uruguaios um de 25 e um de 27 anos e o motorista do taxi, foram detidos. As autoridades ainda não determinaram a origem da bala perdida.

Um dos detidos estava com uma ferida de bala na mão direita resultante da troca de tiros com os seguranças. Ele foi levado ao hospital, mas sem gravidade. As prisões, finalmente, foram feitas pelo pessoal da empresa de segurança que os seguiu e uma equipe da Unidade de Resposta da Polícia de Montevidéu (URPM) da Zona Operacional II.

Leia também: Menino de 9 anos mata irmã porque "ela não lhe entregou o controle do videogame"

"Tanto a arma encontrada na cena dos fatos, como a dos policiais atuantes, foram apreendidas e enviadas à Polícia Científica para passarem por perícia e, desta forma, ser possível determinar efetivamente a procedência do projétil que feriu o turista brasileiro", explicou o ministério em comunicado sobre a morte do turista brasileiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários