Visita é a primeira de delegação de alto escalão sul-coreana à Coreia do Norte, nos últimos 10 anos
KCNA/Divulgação
Visita é a primeira de delegação de alto escalão sul-coreana à Coreia do Norte, nos últimos 10 anos

Depois da imprevisível participação de uma delegação esportiva da Coreia do Norte nas Olímpiadas de Inverno – ocorridas em fevereiro na Coreia do Sul – aparentemente, a reaproximação entre os dois países se fez oficial. 

Leia também: Coreia do Norte envia armas químicas e mísseis para a Síria desde 2012, diz ONU

Isso porque, nesta segunda-feira (5), uma delegação de autoridades sul-coreanas desembarcou em Pyongyang para uma visita histórica ao líder norte-coreano Kim Jong-un.

De acordo com as primeiras informações que chegaram ao mundo ocidental, a viagem da comitiva enviada por Seul durará dois dias e terá como principal objetivo promover o diálogo entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos.

Em comunhão à tentativa de início do diálogo entre a nação de Donald Trump e a de Kim Jong-un, espera-se ainda que os norte-coreanos cessem, após esse encontro de hoje, a produção de armas nucleares e as ameaças aos norte-americanos.

Essa comitiva, formada por 10 pessoas, conta com a presença de Suh Hoon, chefe do Serviço de Inteligência Nacional (NIS), e Chung Eui-yong, conselheiro de segurança norte-coreano. As informações são do canal CNN de notícias.

Você viu?

Leia também: Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un diz ter 'botão nuclear' na sua mesa

Na Coreia do Norte, a comitiva sul-coreana irá realizar um encontro histórico com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e depois partirá para Washington, onde se reunirá com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para falar sobre os resultados da visita.

Reaproximação

Após o término dos Jogos Olímpicos de Inverno, a relação entre as duas Coreias melhorou. Na cerimônia de abertura da competição, sob a liderança de Kim Yo-jung, a Coreia do Norte enviou uma delegação do país para PyeongChang.

Por sua vez, na abertura dos Jogos, os Estados Unidos mandou uma comitiva sob a liderança do vice-presidente do país, Mike Pence. Já na cerimônia de encerramento, a filha do presidente Donald Trump, Ivanka, liderou a delegação norte-americana.

Antes dos Jogos, porém, em janeiro, após quase dois anos, a Coreia do Norte reabriu o canal de comunicação por telefone com Seul , retomando a conversação com a Coreia do Sul. A reabertura ocorreu devido ao convite de Seul sobre a participação de uma deleção norte-coreana na Olimpíada de Inverno.

* Com informações da Agência Ansa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários