Jovem mulher foi esquartejada e teve as partes do corpo abandonadas em duas malas na Itália
Reprodução/Cronache Maceratesi
Jovem mulher foi esquartejada e teve as partes do corpo abandonadas em duas malas na Itália

Partes de um corpo esquartejado foram encontradas dentro de duas malas abandonadas próximo a um fosso na cidade de Pollenza, no centro da Itália, nesta quarta-feira (31). A vítima, que ainda não foi identificada, está quase irreconhecível, mas as autoridades supõem que trate-se de uma jovem mulher.

Leia também: Mãe deixa bebê morrer de fome em casa ao abandoná-lo para ir a festas por 7 dias

Segundo a imprensa italiana, as malas foram encontradas por um pedestre, que caminhava pela região. Assim que avistou as malas abandonadas, o italiano entrou em contado com a Arma dos Carabineiros, um das forças armadas da Itália , responsável por assegurar a segurança pública no país.

Em um primeiro momento, foi pressuposto que as malas levavam drogas, bombas ou objetos roubados. 

Depois de toda a área no entorno do fosso ter sido interditada, os agentes públicos abriram as malas e se depararam com a vítima desmembrada. Agora, são procurados indícios que ajudem nas investigações e possam esclarecer o crime. 

Possível nome da vítima

Embora o corpo ainda não tenha sido identificado, há suspeitas de que a vítima do violento crime seja a jovem Pamela Mastropietro, uma jovem de 18 anos que está desaparecida desde a manhã desta segunda-feira (29).

Você viu?

Leia também: Caçador é assassinado de forma misteriosa enquanto tentava matar um leão

Segundo a polícia local, Pamela foi vista pela última vez levando uma mala vermelha e azul. A jovem que é de Roma teria saído de casa, em Macerata, sem documentos ou telefone, com o intuito de não ser reconhecida.

Pollenza, onde as malas foram encontradas, é uma comuna que fica na região de Macerata e tem cerca de 6,6 mil habitantes. Das duas malas encontradas nesta quarta, uma era dessas mesmas cores, mas não há certeza se a mala é a mesma. A segunda é da cor bege.

Embora haja essa suspeita a respeito da vítima – que será confirmada com um exame médico no corpo –, as autoridades da Itália ainda não se pronunciaram sobre quem seria o autor do crime, que chocou o país. 

Leia também: Índia tem 21 milhões de meninas não desejadas pelas famílias, segundo governo

* Com informações da Agência Ansa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários