Tamanho do texto

Os soldados da Indonésia, além de tomarem o sangue das cobras, também quebraram blocos de concreto com a cabeça durante a apresentação militar

Na demonstração militar, os soldados cortaram as cobras, vivas, com seus dentes e também beberam seu sangue
Reprodução/The Sun
Na demonstração militar, os soldados cortaram as cobras, vivas, com seus dentes e também beberam seu sangue


Recentemente divulgadas nas redes sociais, imagens de uma apresentação militar chocaram internautas ao mostrar soldados da Indonésia mordendo cobras vivas e tomando o seu sangue. De acordo com o Daily Mail , o ato fez parte de uma demonstração para Jim Mattis, secretário de Defesa dos Estados Unidos, para “mostrar o valor” dos militares do país asiático.

Leia também: Mulher descobre que suposto ex-namorado perseguidor era seu próprio marido

Em um dos materiais publicados na internet, o secretário da Defesa – apelidado de “Cachorro Louco” – assiste à apresentação junto de uma plateia, enquanto os soldados exibem a cerimônia, que aconteceu na capital do país na quarta-feira (24). Durante o evento, os militares lidam com as cobras até que um deles morde o animal, identificado como sendo da espécie cobra-real, e bebe seu sangue.

No mesmo evento, os envolvidos quebraram o que pareciam ser blocos de concreto com suas cabeças e também performaram uma série de golpes de artes marciais. Um disparo também é ouvido durante o vídeo. A apresentação foi encerrada ao som da música do filme "Missão Impossível", enquanto os militares, junto de helicópteros, simulavam uma operação de resgate com cães treinados. 

Mattis, que visitou a capital Jacarta durante três dias, pareceu gostar da demonstração. “Você pode imaginar o quanto de treinamento cada um desses soldados  teve, para que sejam capazes de fazer isso”, declarou o secretário. “Quando você assiste a um grupo realizando isso, vários atos pequenos, de forma perfeita, você consegue imaginar o que eles podem fazer com questões maiores”.

Caso trágico com serpente

Ainda nesta semana, outra história envolvendo os répteis chocou as redes sociais. Desta vez, uma adorador de animais de 31 anos  morreu asfixiado por sua cobra de estimação na Inglaterra, em meados do ano passado. De acordo com o jornal Mirror , Dan Brandon foi encontrado em sua casa no dia 25 de agosto de 2017, mas o caso só veio a público na última terça-feira (23), devido às investigações policiais.

A polícia do condado de Hampshire começou a investigar logo após a morte do "encantador de répteis", entretanto, somente ontem, o médico forense Andrew Bradley registrou o veredito que comprova que o rapaz foi morto por Tiny, uma cobra píton-africana de oito metros, originária da África Subsariana.

Leia também: Amante de animais, britânico morre asfixiado por cobra de estimação de 8 metros

Segundo o coronel Bradley, não há outra suspeita para a morte de Dan. “A cobra deve ter se enrolado em torno dele até sufocá-lo, não sei que tipo de mecanismo pode ter usado. Durante as investigações, a encontramos escondida, provavelmente pela reação ou pelo barulho da queda do corpo de Brandon”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.