Tamanho do texto

O homem responsável pelo ato pode ficar até sete anos preso pelos crimes que cometeu contra a ex-namorada de 25 anos; o caso aconteceu nos EUA

Jason Melo, de 26 anos, foi a julgamento após obrigar a namorada a andar pelada pelas ruas de Nova York no inverno
Reprodução/John M. Mantel para Daily Mail
Jason Melo, de 26 anos, foi a julgamento após obrigar a namorada a andar pelada pelas ruas de Nova York no inverno


Uma americana de 25 anos foi obrigada a andar nua em uma rua de Nova York pelo seu ex-namorado (enquanto ainda estavam juntos). De acordo com o portal britânico Daily Mail , a mulher, que não teve o nome divulgado, foi torturada durante duas horas e teve que tirar suas roupas para andar no bairro do Harlem, tudo por ter recebido uma mensagem de outro homem.

Leia também: Babá é presa após vídeo flagrá-la dando socos no estômago de criança; assista

A mulher denunciou o ex-namorado  abusivo de 26 anos após uma série de agressões, e a partir de então, Jason Melo foi preso e uma investigação instaurada. “Ele segurou o meu pescoço e o apertou muito forte. Eu comecei a perder o fôlego”, a americana testemunhou durante uma das audiências, que aconteceu na última segunda-feira (11).

Antes de obrigá-la a tirar suas roupas e filmá-la andando pelada em Nova York, o homem também disse muitas coisas, "como que eu era uma vadia, que ele poderia me matar naquele momento e que era capaz de fazer qualquer coisa". Além disso, Melo também a teria ameaçado com uma pesada estátua, tudo porque ele viu mensagens de outro homem no celular da namorada.

O vídeo da mulher caminhando nua foi publicada em redes sociais como o Instagram e o LiveLeak. De início, ela aparece enrolada em uma toalha enquanto o homem diz “tire essa toalha! Coopere, vadia. Mostre o que você é, tão bonita e incrível. Ela é ácida. Vamos. Vamos. Diga oi para a câmera e fale que você vai fazer isso”.

"Pague o preço pela sua vergonha!", ele grita durante filmagem. "Você vai ter que pagar o preço por ser uma vadia. Como você é uma, você vai pagar como uma vadia", Melo continua.

Leia também: Chinês morre ao fazer acrobacias e cair do alto de arranha-céu; assista

Prisão do abusador

Após ser denunciado e preso, o acusado tentou se defender e disse que "não bateu nela nem nada do tipo. Até mesmo os detetives concordam comigo e alguns me parabenizaram porque eles enxergam como ela está feliz. eu não puxei o cabelo dela nem nada".

Ele ainda tentou argumentar que alguns dos outros presos também concordam com sua ação, "e alguns deles teriam feito coisas piores".

Leia também: Explosão em centro de distribuição de gás deixa um morto e feridos na Áustria

Agora, o ex-namorado da vítima pode ficar até sete anos preso pelos crimes de coerção, obstrução criminal da respiração, colocar em risco o bem-estar de uma criança – já que a filha dos dois presenciou algumas das situações – ataque, assédio e ameaça.