Tamanho do texto

O resultado da eleição foi divulgado às 13h30 (horário de Brasília) e Schulz afirmou que sua obrigação é "fazer oposição ao governo de Angela Merkel"

Angela Merkel venceu eleição neste domingo e se prepara para o seu quarto mandato como chanceler da Alemanha
Antonio Cruz/ABr
Angela Merkel venceu eleição neste domingo e se prepara para o seu quarto mandato como chanceler da Alemanha


Angela Merkel fará seu quarto mandado como chanceler da Alemanha. Ela, que faz parte da aliança conservadora formada pela União Democrata-Cristã (CDU), venceu o principal adversário nesta disputa, o candidato do Partido Social-Democrata (SPD), Martin Schulz. As informações são da Agência EFE.

Leia também: Donald Trump envia bombardeiros para sobrevoar a Coreia do Norte

Na eleição deste domingo a chanceler, que esta à frente da Alemanha há 12 anos, venceu o pleito com boa vantagem (12% a mais que seu principal adversário ), ou seja, 33,5% dos votos dos eleitores alemães. Os dados são da pesquisa de urna feita pela emissora pública de televisão ZDF.

A ultradireitista Alternativa para a Alemanha (AfD) ficou em terceiro lugar, com 13%. Visivelmente frustrado, Martin Schulz, discursou na sede de seu partido e agradeceu aos eleitores que o apoiaram na disputa eleitoral . Schulz anunciou o rompimento da coalizão de seu partido com o de Merkel, e enfatizou que a partir de agora, fará oposição a gestão de Angela Merkel. "Seremos a maior força de oposição ao governo eleito, pois é um dever ao país", disse o candidato em discurso no comitê de seu partido. 

Segundo a pesquisa de boca de urna, a CDU em aliança com o partido gêmeo da Bavaria União Cristão-Social (CSU),com os mais de 30% de votos conseguiu 220 cadeiras no parlamento, enquanto a SPD teria apenas 20% das preferências, conquistando 137 assentos. Para os social-democratas são cinco pontos a menos em comparação com o resultado da última eleição, há quatro anos. O partido liberal (FDP) teria alcançado 10,5%, o Partido Verde 9,5% e a extrema-esquerda do Die Linke 9%.

Leia também: Cachorro é resgatado após terremoto e gera comoção no México; assista ao vídeo

Vitória amena

 Após a pesquisa de boca de urna confirmar a sua vitória, Merkel, que está há 12 anos no cargo de chanceler, discursou na sede de seu partido. Ela agradeceu aos eleitores a confiança em seu trabalho e de seu partido, e enfatizou ser o momento de montar um governo eficaz para lidar com as questões urgentes do país. 

“Somos a força maior e nova função é contribuir com o governo e liderá-lo de melhor forma”, disse Merkel.   Ela fez questão de enfatizar que era necessário compreender o crescente número de votos no partido de extrema direita. “Temos de fazer um acompanhamento desta parcela de eleitores, entender seus anseios para conseguirmos cuidar do nosso país”. 

Merkel, que fez um breve discurso, o encerrou dizendo que em seu mandato vai priorizar que a Alemanha mantenha a trajetória de se tornar um país de “igualdade social”. Após a eleição deste domingo, volta-se os olhos para as coalizações de Merkel para o seu quarto mandato. Ela enfatizou que buscará  “conversas tranquilas” com “outros parceiros” para tentar formar uma coalizão de governo estável.

Leia também: Mulher com fobia de aranhas encontra teia gigante em seu jardim na Austrália