Tamanho do texto

Lançamento já é o sexto teste realizado desde 9 de setembro de 2016

A TV estatal da Coreia do Norte, a KCNA, anunciou que o teste realizado neste domingo (3), por volta das 12h30, no horário local, foi um sucesso. O lançamento provocou um tremor, que foi detectado por duas agências meteorológicas: uma japonesa e outra norte-americana.

O novo teste já é o sexto realizado desde 9 de setembro de 2016. O teste deste domingo provocou um tremor em território coreano de magnitude 6,1 pela Agência Meteorológica do Japão e de 6,3 pela Agência Norte-Americana Geological Surveyor.

Segundo o jornal japonês Asahi, o Serviço Nacional de Inteligência da Coreia explicou, em 28 de agosto, em relatório da Assembleia Nacional do país que esse teste foi feito em duas etapas. Autoridades coreanas teriam avisado que o experimento seria possível a qualquer momento como instalar um bomba de hidrogênio em um míssil intercontinental.

Uma foto que circula da internet em Kim Jong-un inspeciona um equipamento, é identificada como bomba de hidrogênio.

A Coreia do Norte tem capacidade de realizar testes nucleares tanto de plutônio quanto de urânio enriquecido. Para o Japão, os Estados Unidos e Coreia do Sul, o país pode ter mais de uma dúzia de bombas nucleares.

 O ministro das Relações Exteriores, Taro Kono, já tinha declarado que a Coreia do Norte havia realizado uma tarde de teste nuclear na quinta-feira (31). O primeiro-ministro Shinzo Abe disse aos repórteres neste domingo que a Agência Meteorológica havia detectado o abalo sísmico e que não seria um terremoto natural.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.