Tamanho do texto

Líderes das duas potências irão se encontrar na Alemanha entre 7 e 8 de julho, mas "ainda não há nenhuma agenda especifica", afirma a Casa Branca

Primeiro encontro entre os dois líderes será em meio a tensões políticas
shutterstock
Primeiro encontro entre os dois líderes será em meio a tensões políticas

Na próxima semana, entre os dias 7 e 8, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, irá se encontrar com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, pela primeira vez, durante as reuniões do G20 em Hamburgo, em uma cúpula, na Alemanha. As informações são da Casa Branca.

Leia também: Em nova polêmica, Trump chama apresentadora norte-americana de "louca"

De acordo com o conselheiro de segurança nacional dos EUA, HR McMaster, “não há uma agenda específica. Será realmente o que o presidente quiser falar”. A declaração foi feita na última quinta-feira (29), durante um briefing na Casa Branca. O Kremlin também afirmou que os dois terão um encontro separado dos demais representantes do G20.

Essa é a primeira vez que os dois líderes se encaram, e a reunião acontecerá em meio a tensões entre os EUA e a Rússia, tendo em vista que as duas nações detêm diferenças políticas sobre diversos assuntos.

Há acusações de que a Rússia interferiu na eleição presidencial do norte-americano, no ano passado, e conspirou contra a campanha de Trump. Além disso, há inúmeras divergências entre os dois países quando o assinto é a crise ucraniana, a expansão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), e os conflitos na Síria – já que Moscou apoia o presidente Bashar al-Assad.

Leia também: Somente uma em cada quatro pessoas no mundo confia em Trump, diz pesquisa

Em abril, Trump afirmou que os Eua “não estavam se dando bem com a Rússia” e, com isso, as relações entre as duas potências “poderiam ser as piores da história”.

No entanto, em reunião com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Segey Lavrov, em Washington, em meados de maio deste ano, o presidente dos EUA expressou sua vontade de construir uma melhor relação entre seu país e a Rússia.

O secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, disse que os EUA estão trabalhando para estabilizar seu relacionamento com a Rússia, que está "em uma baixa histórica”.

México

Trump também deverá se reunir com o presidente mexicano Enrique Peña Nieto. A chancelaria mexicana anunciou pelo Twitter que “ambos os mandatários revisarão os avanços nos diferentes temas da relação bilateral”.

O encontro também deverá acontecer à margem dos assuntos tratados no G20, porém, no mesmo período em que eles irão ser realizados, na Alemanha.

*Com informações da Agência Brasil

Leia também: Casa Branca ameaça Assad após detectar possibilidade de novo ataque com gás

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.