Tamanho do texto

Cheyenne Summer Stuckey, de 21 anos, ainda tentou chamar a emergência quando percebeu que a bebê não estava respirando; a mulher foi presa

Cheyenne Summer Stuckey, de 21 anos, esqueceu sua filha na banheira, e quando lembrou da bebê, percebeu que ela havia se afogado
Reprodução/New York Post
Cheyenne Summer Stuckey, de 21 anos, esqueceu sua filha na banheira, e quando lembrou da bebê, percebeu que ela havia se afogado


Uma mulher de 21 anos foi presa, no dia 13 de junho deste ano, acusada de afogar sua própria filha. Moradora do estado do Texas, nos Estados Unidos, Cheyenne Summer Stuckey teria se distraído no Facebook e esquecido que a bebê, de apenas seis meses, estava dentro da banheira.

Leia também: Milagre de Londres: bebê é salvo após ser jogado do 9º andar durante incêndio

Segundo informações do site New York Post , Stuckey explicou que deixou a  bebê sozinha por apenas alguns minutos, precisou dar atenção a outra criança, começou a mandar mensagens pelo Facebook e ainda foi distraída pelo barulho da televisão.

Tudo isso a fez esquecer que a filha, Zayla Hernandez, estava dentro da banheira com o chuveiro ligado. Quando ela lembrou da criança, correu até o banheiro e a encontrou desacordada, sem sinais vitais. Stuckey alega que tentou ressucitá-la, mas como não sabia como fazer massagem cardíaca, resolveu chamar uma ambulância imediatamente.

Depois de ser atendida pelos paramédicos, Hernandez foi levada até um hopital na cidade de Azle, onde seu falecimento foi confirmado. Mais tarde, uma autópsia atestou o afogamento com causa da morte da criança.

Ao investigarem o caso, as autoridades do Departamento de Polícia do Condado de Parker descobriram que a mulher passou cerca de 20 minutos usando o Facebook. Agora, ela está presa e aguarda julgamento.

Outro caso no Texas

Também no estado do Texas, u ma jovem de 19 anos foi presa após a morte de suas duas filhas pequenas . As crianças morreram por asfixia depois de passarem uma noite inteira e parte do dia seguinte dentro de um carro fechado.

As duas meninas que morreram no início do mês tinham três e um ano de idade; a mãe foi presa nessa quinta
Reprodução/Facebook
As duas meninas que morreram no início do mês tinham três e um ano de idade; a mãe foi presa nessa quinta


O crime aconteceu no início do mês. Amanda, funcionária de uma grande rede de supermercados e mãe de duas meninas de três e um ano de idade, quis aproveitar uma noite quente para fazer uma festa com os amigos na própria casa.

De acordo com a polícia do condado texano de Kerr, por crueldade e abandono, Amanda Hawkins foi a responsável pela morte das duas meninas. Isso porque as crianças não foram esquecidas no carro fechado, mas deixadas lá de propósito por cerca de 15 horas seguidas, enquanto sua mãe das bebês fazia uma festa em casa.

Leia também: Bebê de três meses é "interrogado" por envolvimento com terrorismo

    Leia tudo sobre: Facebook
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.