Tamanho do texto

Polícia francesa atirou em um homem do lado de fora da Catedral de Notre Dame, em Paris, depois de tentativa de ataque a oficiais com um martelo

Após atirarem em um homem na região da Catedral de Notre Dame, em Paris, policiais fazem ronda no local
Jonathan Moadab/ Reprodução The Sun
Após atirarem em um homem na região da Catedral de Notre Dame, em Paris, policiais fazem ronda no local


A polícia francesa atirou em um homem, na parte de fora da Catedral de Notre Dame, no centro da cidade de Paris, após uma tentativa de ataque a policiais.

Durante o ataque em Paris , o homem teria gritado "Isso é pela Síria", de acordo com oficiais. A situação está sendo tratada como um ato terrorista, e promotores já abriram uma investigação para apurar o caso.

O Ministro do Interior Gérard Collomb falou que o responsável pelo ataque carregava facas de cozinha e um documento de um estudante da Argélia, ex-colônia francesa.

O homem tentou atacar oficiais em serviço no quartel policial da cidade, que fica próximo da região da Catedral. O suspeito foi atingido no peito, de acordo com informações da mídia francesa, e sua condição é incerta.

A área foi isolada e os policiais pediram, segundo informações da  BBC , para que as pessoas permaneçam fora da região da Catedral, que é um dos pontos turísticos mais populares de Paris.

No Twitter, a polícia francesa relatou que a situação está sob controle, um policial foi ferido e que o autor do ataque foi encaminhado ao hospital.


Cerca de 900 pessoas ainda estão presas dentro da Notre Dame, e fotos divulgadas pelas redes sociais mostram algumas delas com as mãos levantadas.


"Eu estava prestes a entrar na Catedral quando ouvi o barulho dos tiros, então eu vi o suspeito do ataque caído no chão onde os policiais atiraram nele", contou a turista americana Kellyn Gorman, segundo a BBC.

A França está em estado de emergência desde que os ataques em Paris deixaram 130 pessoas mortas em 2015.

* Mais informações em instantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.