Tamanho do texto

Passageiros sofreram fraturas, concussões, cortes e hematomas; companhia aérea vai arcar com os custos de atendimento médico de todos os feridos

Avião da companhia Aeroloft fazia voo da Rússia para a Tailândia quando sofreu turbulência pouco antes de pousar
Reprodução/Daily Mail
Avião da companhia Aeroloft fazia voo da Rússia para a Tailândia quando sofreu turbulência pouco antes de pousar

Passageiros a bordo de voo da companhia Aeroloft, que saiu da Rússia com destino à Tailândia, viram a viagem se transformar em um verdadeiro inferno depois de uma turbulência que deixou mais de 20 feridos.

Leia também: Brasileira tem mal súbito e morre em voo com destino a Tailândia

Convencidos de que o avião estava caindo e iriam morrer, passageiros compartilharam como foi a terrível experiência. Máscaras de oxigênio chegaram a cair no Boeing 777 durante a turbulência , que aconteceu nesta segunda-feira (1º).

Testemunhas compartilharam imagens do acidente, que aconteceu 40 minutos antes de o avião pousar na Tailândia, deixando 27 passageiros com ferimentos que variam de fraturas expostas a pequenos cortes e hematomas.

Depoimentos

Em meio ao caos na aeronave, surgiu uma heroína: ao final dos 15 segundos de terror, uma jovem estudante de medicina identificada apenas como Ekaterina ajudou a cuidar das vítimas. “Tinha sangue por todos os lados, nos descansos de braço e no teto, porque muitos o atingiram. Eu tenho treinamento médico, então não podia ficar sentada sem ajudar”, disse.

Passageiros foram jogados para fora dos assentos durante turbulência e ficaram deitados no corredor central da aeronave
Reprodução/Daily Mail
Passageiros foram jogados para fora dos assentos durante turbulência e ficaram deitados no corredor central da aeronave

Com um kit de primeiros socorros providenciado pela equipe de bordo, Ekaterina fez o possível. “Quando eu terminei, não havia mais nada que pudesse ser feito, nós só precisávamos esperar”, contou ao “Daily Mail”.

Leia também: Putin 2018: jovens russas lançam camisetas ousadas em apoio à reeleição

A jovem temia que alguns dos passageiros tivessem lesionado a coluna. “Eu disse para não se mexerem e ficarem deitados onde estavam. Era perigoso levantá-los porque eles podiam ter quebrado alguma vértebra”.

Outra passageira, Liliya Kovernikova, afirmou que não havia sinais de perigo. “Nada sugeria que estávamos em uma situação perigosa, mas de repente o avião balançou três vezes. Começamos a girar como se estivéssemos dentro de uma máquina de lavar roupa”.

Passageiros e objetos a bordo foram derrubados por causa da turbulência, que durou aproximadamente 15 segundos
Reprodução/Instagram
Passageiros e objetos a bordo foram derrubados por causa da turbulência, que durou aproximadamente 15 segundos

“Quase ninguém estava usando cinto de segurança. O aviso do cinto estava apagado. A maioria dos passageiros estava preenchendo o formulário da imigração e pensando no pouso no momento do acidente”, completou Kovernikova.

Socorro

Quando a aeronave pousou em Bangkok, nenhuma equipe de resgate esperava no local para auxiliar os feridos. A assistência médica demorou mais uma hora para chegar. Felizmente, não houve nenhuma lesão espinhal, mas muitas vítimas sofreram fraturas.

Leia também: Na Rússia, homem enfurecido enche o carro da esposa com concreto; veja vídeo

Dentre os feridos, 24 são russos e três são tailandeses. O mais velho tem 69 anos e o mais novo tem um ano. Nove dos russos receberam alta ainda na segunda-feira, mas outros ainda devem passar por cirurgia. A companhia aérea vai pagar por todos os custos médicos dos passageiros.

Turbulência de céu claro

Segundo comunicado da Aeroloft, o acidente foi causado por uma "turbulência de céu claro" que era imprevisível. Esse tipo de fenômeno acontece sem presença de nuvens, com boa visibilidade, e o radar meteorológico é incapaz de antever.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.