O principal suspeito do ataque em Estocolmo, na Suécia, assumiu nesta terça-feira (11) a autoria do atentado, declarando-se culpado de crimes ligados a terrorismo. A informação foi divulgada pela própria equipe de defesa de Rakmat Akilov, um cidadão do Uzbequistão de 39 anos.

Leia também:  Saiba quais países apoiam e quais repudiam o ataque dos EUA à Síria

undefined
Reprodução/Twitter
Ataque, que está sendo tratado pelas autoridades como um atentado terrorista, deixou pelo menos três mortos

Detido desde sábado, o homem admitiu ser culpado da acusação de delito terrorista com assassinato em Estocolmo . Ele compareceu à presença de um juiz, em uma audiência para decidir se será preso preventivamente. A pedido da Promotoria, toda a investigação e depoimentos ocorrem a portas fechadas.

Momento do ataque

Um caminhão atingiu, nesta sexta-feira (7), uma multidão no centro de Estocolmo, na Suécia. Quatro pessoas morreram e outras dez ficaram feridas, de acordo a polícia. Segundo o site Aftonbladet , o motorista atropelou as pessoas em uma esquina da Rua Drottninggatan, uma das principais vias de Estocolmo e mais frequentadas, onde há grandes lojas e estabelecimentos. O caminhão invadiu uma das lojas por volta das 15h locais (10h, no horário de Brasília). 

De acordo com a BBC , o ato já estaria sendo tratado como um possível atentado terrorista na hora do ocorrido. "A Suécia foi atacada. Tudo indica que se trata de um ataque terrorista", disse o primeiro ministro sueco, Stefan Lofven, antes de afirma que um suspeito havia sido detido no local.

estemunhas disseram ter visto o caminhão entrando na vitrine de uma loja de departamentos e pessoas caídas no caminho por onde ele passou. Depois do caminhão parar na loja, foram ouvidos tiros na região. 

"Há muita confusão, não sei quantos estão feridos e muitas pessoas estão completamente chocadas", disse Leif Arnmar, uma testemunha que trabalha na loja de departamentos, à TV pública sueca SVT .

Leia também: Bombardeio dos EUA na Síria causou a morte de pelo menos quatro crianças

O porta-voz da polícia local, Towe Hagg, confirmou à imprensa que as autoridades suspeitam de ataque terrorista. As autoridades evacuaram e interditaram a área, relatou uma testemunha ao Aftonbladet .

undefined
Reprodução/Expressen
O caminhão atropelou multidão e acabou dentro de loja na Suécia


Caminhão era roubado

O caminhão usado para atropelar a multidão na Suécia teria sido roubado pouco antes do ataque, informou a imprensa local.

De acordo com o site Aftonbladet , o veículo pertence a Spendrups, famosa marca de cerveja sueca. O autor do atentado teria roubado o caminhão enquanto o motorista entregava o produto nos restaurantes da cidade.

Leia também: Atentado na Rússia matou 14 e foi cometido por terrorista do Quirguistão

O diretor de comunicação da cervejaria, Maarten Lyth, afirmou que "quando o motorista foi descarregar a mercadoria, alguém saltou dentro do caminhão e saiu correndo". Segundo Lyth, não foi possível identificar quantas pessoas tomaram posse do caminhão, mas o piloto "está ileso, porém chocado" com o ocorrido em Estocolmo.

* Com informações da Agência Ansa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários