undefined
shutterstock
Caso aprovado, projeto de lei permitirá que polícia de Connecticut use drone com armas letais em situações de emergência

Drones armados para uso policial podem voar em breve pelo céu de Connecticut, nos Estados Unidos. Está em andamento no poder legislativo um projeto de lei que permitirá que a polícia use os robôs aéreos como arma letal.

Leia também: Trump já recebeu prêmio de pior ator em filme sobre sexo e fantasmas; veja cenas

Atualmente, nenhum outro estado dos Estados Unidos autoriza o uso desse tipo de tecnologia e a proposta imediatamente chamou a atenção de ativistas dos direitos e liberdades civis. O projeto de lei proibiria o uso de dornes armados, tendo como exceção apenas a polícia .

Detalhes que como os drones seriam usados pelos policiais precisam ser definidos em guia de regras que ainda não foi desenvolvido. Também será necessário que os oficiais passem por treinamento específico antes que possam operar a nova arma.

“Obviamente, esse recurso é para situações bem limitadas”, disse o senador republicano John Kissel ao “Daily Mail”. “Nós certamente podemos visualizar alguns acidentes em algumas localizações ou em algum lugar onde alguém é um atirador solitário ou se alguém for sequestrado e você tentar estourar um pneu”.

Por enquanto, a Dakota do Norte é o único estado que permite que policiais utilizem drones armados, mas limita o uso para armamentos menos letais, como balas de borracha, gás lacrimogênio e armas de choque.

Leia também: Ataque com gás químico mata ao menos 58 pessoas na Síria

Cinco outros estados – Dakota, Carolina do Norte, Oregon, Vermont e Wisconsin – proíbem o uso de drones armados para todos enquanto Maine e Virgínia não permitem que policiais usem esse recurso. Vários outros estados restringem o uso de drones, em geral.

“Nós temos medo que eles possam usar essa tecnologia para abusar da nossa comunidade”, disse o presidente da divisão estadual da Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor (NAACP), Scot X. Esdaile.

Esdaile afirma ter recebido ligações de oficiais da NAACP ao redor do país, todos preocupados com o projeto de lei. Três departamentos policiais no estado começaram a usar drones em 2016, de acordo com a União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU) de Connecticut.

“Nós estaríamos estabelecendo um precedente perigoso”, disse o diretor executivo da ACLU no estado. “É realmente preocupante e ultrajante que isso esteja sendo considerado  em nossa legislatura estatal”.

Leia também: Atentado na Rússia matou 14 e foi cometido por terrorista do Quirguistão

Seria necessário um mandado antes de usar o drone, a não ser que se trate de uma circunstância emergencial ou a pessoa que submetida ao uso dê autorização. Policiais também seriam obrigados a escrever relatórios anuais sobre como o recurso está sendo utilizado e seriam criados novos crimes e penalizações para crimes envolvendo drones, inclusive voyeurismo .

“Acredito que a polícia nos ensinou uma coisa”, disse o senador democrata Edwin Gomes. “Se você coloca uma arma na mão deles, eles atiram para matar. Se esse recurso será utilizado, será para matar alguém", finaliza.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários