Polícia atirou contra homem que tentou entrar no prédio do Parlamento nesta quarta-feira
Reprodução/Twitter
Polícia atirou contra homem que tentou entrar no prédio do Parlamento nesta quarta-feira

Britânico convertido ao islamismo, Abu Izzadeen foi apontado pela mídia britânica como sendo o autor do ataque contra o Parlamento nesta quarta-feira (22) . Nascido como Trevor Brooks, ele teria ajudado a organizar alguns atos de terrorismo antes do incidente de hoje.

Segundo o jornal  The Independent , Abu Izzadeen seria o homem que estava dirigindo o carro que atropelou transeuntes na Ponte de Westminster e, logo em seguida, teria tentado entrar no prédio do Parlamento, atacando um policial com faca. O britânico é conhecido por autoridades britânicas por estar relacionado ao terrorismo .

Britânico convertido ao islamismo, Abu Izzadeen foi apontado pela mídia britânica como sendo o autor do ato de terrorismo
Reprodução/Twitter
Britânico convertido ao islamismo, Abu Izzadeen foi apontado pela mídia britânica como sendo o autor do ato de terrorismo

Izzadeen já foi preso mais de uma vez por incitar, estimular e glorificar atos extremistas no passado, e estava ligado a grupos banidos pelo Reino Unido. Em 2008, ele também foi detido após incitar ataques contra os Estados Unidos e a Inglaterra após as Forças Armadas dos dois países invadirem o Iraque. Em 2015, ele foi preso junto de outro ativista ao tentar voar para a Hungria, mas desde então não fora rastreado pelos agentes de segurança.  

Leia também: Mulher se joga em rio para fugir de ataque em Londres e sofre ferimentos graves

É possível encontrar vídeos do suposto autor do atentado desta quarta-feira no Youtube em que ele explica “o quanto é importante matar a polícia e como todo mundo no Parlamento é ‘infiel’”. 

Você viu?

Izzadeen nasceu no bairro de Hackney, no leste de Londres. Ele teria se convertido ao islã pouco antes de completar 18 anos, em 1993, mudando originalmente seu nome para Omar, mas preferindo ser conhecido por Abu Izadeen. Ele teria se convertido e se radicalizado depois de encontrar líderes extremistas chamados Omar Bakri Muhammed e Abu Hamza al-Misri na Mesquita em Finsbury Park, na década de 1990. De lá, se dedicou ao terrorismo, chegando afirmar publicamente que gostaria “de morrer em um ataque suicida”.

 Ataque ao Parlamento

O Parlamento britânico, em Londres, foi fechado nesta quarta-feira (22) após um atentado terrorista. Ao menos quatro pessoas tiveram a morte confirmada e outras 20 ficaram feridas, muitas em estado grave. Ainda não se sabe as motivações para o ataque, que ocorreu próximo à sede do Parlamento por volta das 14h40 locais (11h40 no horário de Brasília). 

Leia também: EUA reúne mais de 60 países em reunião contra o Estado Islâmico

Segundo Mark Rowley, chefe do Departamento de Contra-Terrorismo, as vítimas fatais são o policial que foi esfaqueado, o terrorista e duas pessoas que passavam pela ponte. Ainda de acordo com Rowley, a polícia acredita que apenas uma pessoa estava envolvida na autoria do ataque. "Fiquem vigilantes e não alarmados", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários