Capital da Síria, Damasco tem sido cenário recorrente de atentados terroristas como o ocorrido nesta quarta-feira (15)
Anadolu Agency
Capital da Síria, Damasco tem sido cenário recorrente de atentados terroristas como o ocorrido nesta quarta-feira (15)

Ao menos 30 pessoas morreram após dois atentados realizados nesta nesta quarta-feira (15) na capital da Sìria, Damasco . O saldo de mortes foi divulgado pelas autoridades locais, enquanto grupos de defesa dos direitos humanos que acompanham a situação do país relatam até 39 óbitos, além de dezenas de feridos.

Os ataques suicidas se deram em pleno dia em que as manifestações contra o presidente da Síria , Bashar al-Assad, completam seis anos. Os protestos iniciados em 2011 desencadearam os conflitos sangrentos que assolam até hoje o país árabe. 

O primeiro ataque desta quarta-feira ocorreu contra o Palácio da Justiça, no centro da capital síria. Um homem com uniforme militar que portava uma metralhadora e uma granada desobedeceu ordens para parar e começou a correr. Durante a fuga, o sujeito detonou uma carga explosiva que levava presa ao corpo, segundo relatou o chefe do Departamento de Polícia de Damasco, Mohamed Jeir Ismail.

Leia também: Arqueólogos egípcios encontram estátua gigante de faraó Ramsés II no Cairo

Ele informou que o prédio, próximo ao famoso mercado de Hamidiye, o bazar do centro da cidade, estava "abarrotado de civis inocentes" no momento da explosão. A televisão oficial síria mostrou imagens do edifício, onde se podia ver muitos destroços e manchas de sangue no chão e nas paredes. A agência oficial de notícias Sana informou que "vários civis" foram mortos e feridos no ataque.

Você viu?

O canal de TV estatal falou também de uma segunda explosão na zona de Al Rabwah, no noroeste da capital, sem informar o número de vítimas.

Nova leva de ataques na mesma semana

Os atentados desta quarta-feira se somam a outros dois ocorridos no último sábado (11). Naquele dia, ao menos 33 pessoas morreram e cerca de 120 ficaram feridas após a explosão de duas bombas próximo a um santuário, também em Damasco. A informação é da Sana, agência de notícias oficial da Síria.

As explosões se deram perto do cemitério de Bab al-Saghir, local visitado por peregrinos xiitas, na área de Bab Masala. Agências internacionais informam que as explosões provocaram grandes estragos no santuário.

Leia também: Após sete anos de guerra, três milhões de crianças não conhecem a paz na Síria

*As informações e reportagem são da agências Telam e Ansa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários