Tamanho do texto

Casal Trump e casal Obama se reuniram na Casa Branca por cerca de dez minutos nesta sexta-feira antes da cerimônia de posse do magnata nos EUA

Por volta das 13h50, Obama e Trump deixaram a Casa Branca e seguiram em direção ao Capitólio
Reprodução/Globo News
Por volta das 13h50, Obama e Trump deixaram a Casa Branca e seguiram em direção ao Capitólio

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, recebeu por volta das 13h40 (no horário de Brasília) nesta sexta-feira (20) o seu sucessor Donald Trump na Casa Branca. A reunião aconteceu minutos antes do início da cerimônia de posse do magnata, que acontece na tarde desta sexta.

LEIA MAIS: Trump começa atos de posse com cerimônia de homenagem ao soldado desconhecido

Trump chegou à residência oficial da presidência dos Estados Unidos acompanhado por sua esposa, Melania Trump . Michelle Obama acompanhou seu marido na recepção ao casal, em frente à Casa Branca.

Minutos depois, Michelle e Melania saíram da residência e deixaram seus maridos conversarem um pouco mais antes da cerimônia de posse.

Por volta das 13h50, Obama e Trump deixaram a Casa Branca e seguiram, no mesmo carro, em direção ao Capitólio, onde vai ocorrer a cerimônia de posse.

Carros oficiais se dirigem ao Capitólio, onde ocorre a cerimônia de posse de Donald Trump nesta sexta
The Guardian/ Reprodução
Carros oficiais se dirigem ao Capitólio, onde ocorre a cerimônia de posse de Donald Trump nesta sexta

Protestos em Washington

Enquanto isso, manifestantes e policiais entraram em confronto , em Washington, onde a segurança foi reforçada para esta sexta. As autoridades dos Estados Unidos optaram por essa estratégia para evitar conflitos durante os eventos ligados à posse de Donald Trump.

O aumento nos cuidados com a segurança foi determinado a fim de evitar que ocorram confrontos como o da última quinta-feira (19). De acordo com a emissora Wusa , filiada à rede CBS News , manifestantes invadiram a Avenida Pensilvânia, perto de onde ocorriam eventos relacionados à posse , para protestar contra Trump.

Aumento nos cuidados com a segurança não foram suficientes para impedir protestos em Washington
Reprodução/Twitter
Aumento nos cuidados com a segurança não foram suficientes para impedir protestos em Washington

Para evitar que os manifestantes bloqueassem a entrada do Clube da Imprensa, onde estava acontecendo um evento da posse, os policiais usaram spray de pimenta contra a aglomeração de pessoas. Os manifestantes do grupo “Não ao Facismo” afirmaram que o spray de pimenta foi aplicado fora do Clube da Imprensa e não na entrada do local.

LEIA MAIS: Posse de Trump deve ter protesto com 'maconhaço' e apoio de motoqueiros

A emissora Wusa informou que os participantes do protesto jogavam garrafas nas pessoas que estavam no local e entoavam o canto: “Donald Trump, suas mãos são pequenas, você nunca vai construir o muro na fronteira”, que se tornou o hino da manifestação. Além disso, queimaram um chapéu com a frase “Faça a América grande novamente”, slogan da campanha de Trump.