Tamanho do texto

Ex-mandatário estava internado desde o dia 13 de dezembro no hospital da Cruz Vermelha de Lisboa; causa da morte ainda não foi informada

Mario Soares foi presidente duas vezes e primeiro ministro em outras três oportunidades
Divulgação/Wikimedia
Mario Soares foi presidente duas vezes e primeiro ministro em outras três oportunidades

Ex-presidente de Portugal, Mário Soares morreu neste sábado (7), aos 92 anos, de acordo com o porta-voz do hospital da Cruz Vermelha de Lisboa. Soares estava internado no local desde o dia 13 de dezembro. A causa da morte ainda não foi divulgada.

+ Como o Japão praticamente extinguiu as mortes por arma de fogo

Considerado o principal líder civil contra a ditadura em Portugal, o ex-mandatário foi um dos políticos portugueses mais respeitados das últimas décadas. Ele assumiu a Presidência duas oportunidades e foi primeiro-ministro outras três vezes.

Soares é retratado pela mídia portuguesa como um dos principais políticos do século 20. A imprensa do país também dedica a ele o posto de um dos maiores responsáveis pela instauração da democracia portuguesa.

Também foi responsasbilidade de Soares a entrada de Portugal na então Comunidade Econômica Europeia (CEE), no ano de 1985. Posteriormente, a entidade viria a se transformar na União Europeia.

+ Protestos contra aumento no preço da gasolina deixam seis mortos no México

Luto em Portugal

Após a morte de Soares, o primeiro-ministro de Portugal, António Costa, anunciou que o governo luto oficial de três dias, a partir de segunda-feira. O mandatário fez o anúncio em Nova Deli,  na Índia, onde faz até quinta-feira uma visita de Estado.

No Brasil

O presidente Michel Temer divulgou uma nota em que diz ter recebido “com tristeza” a notícia da morte do ex-presidente de Portugal, Mário Soares, a quem descreveu como “figura-chave do Portugal moderno” e “amigo do Brasil”.

Uma das maiores personalidades políticas de Portugal, o ex-presidente Mário Soares morreu neste sábado aos 92 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, após mais de 20 dias de internação.

+ Atirador de aeroporto na Flórida é acusado de assassinato pela polícia

Veja a íntegra da nota:

"Recebi com tristeza a notícia da morte de Mário Soares, figura-chave do Portugal moderno, amigo do Brasil. O mundo perde um estadista e um defensor da democracia e da liberdade. Meus sentimentos à família e ao povo português".