Optar por  consórcios pode ser um caminho sem volta. A modalidade, afinal, dá mais autonomia e condições de planejamento para quem deseja comprar um bem ou patrimônio e é consideravelmente mais barato do que o financiamento, já que elimina os juros da equação. Para a gerente de produtos Mariana Baptista foi assim. Depois do primeiro consórcio, veio outro e outro e assim por diante.

Mitos e verdades sobre concórcio
Pixabay
Mitos e verdades sobre concórcio

“Eu optei pelo consórcio depois de fazer as contas de quanto eu pagaria em um financiamento. Seria mais que o dobro do valor do bem e por um período longo, de 20 anos”, observa Mariana, que já comprou um carro, um apartamento – recém-quitado, comemora – e agora acabou de emitir uma nova  carta de crédito para trocar de carro.  “Eu to sempre utilizando consórcios para adquirir patrimônios”.

A fuga do financiamento também levou a microempreendedora individual (MEI) Beatriz Gusmão a descobrir o consórcio. “Eu sempre quis um carro, mas não ganhava tão bem e não queria pagar muito juros. Pesquisei e achei melhor fazer o consórcio”, informa Beatriz que optou pela Embracon “porque eles têm um plano em que você paga uma parcela menor até ser contemplado. Eu achei além de interessante, bastante justo”. 

Não foi a primeira experiência dela com o consórcio, mas foi a primeira vez que ela foi até o fim. Ela precisou sair de um  consórcio alguns anos antes por problemas financeiros. Mas o planejamento e a assessoria em todas as etapas por parte da empresa deixaram Beatriz mais segura. Como dica para quem ainda está hesitante em relação à modalidade, Beatriz sugere pesquisar. 

Construir uma relação com um consultor, aliás, pode ser uma boa alternativa para otimizar projetos . Mariana conta que sua consultora a ajuda a fazer o planejamento financeiro para participar de um consórcio, seja ele de imóvel, automóvel ou qualquer outro bem ou serviço, bem como desenhar as parcelas e melhores condições para atingir o objetivo. 

Convencida, Beatriz sentencia: “pretendo no futuro participar de outros consórcios e vou procurar a Embracon”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários