Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional, Jair Bolsonaro e Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura
Reprodução/Twitter
Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional, Jair Bolsonaro e Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura

Com o impulso das obras de transposição do Rio São Francisco, que se transformou em disputa eleitoral entre o presidente Jair Bolsonaro e seu principal adversário, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, foi alçado ao topo da lista de menções no Twitter do titular do Palácio do Planalto.

Levantamento da Arquimedes, a pedido do GLOBO, levando em consideração os 11 ministros que devem deixar os cargos para se candidatar, mostra que Marinho foi citado 24 vezes pelo chefe, à frente até de Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura), com 18 referências. O titular do Desenvolvimento Regional é pré-candidato ao Senado pelo Rio Grande do Norte, enquanto o colega de Esplanada dos Ministérios deve concorrer ao governo de São Paulo.

O perfil oficial de Bolsonaro no Twitter tem cerca de 7,3 milhões de seguidores e costuma ser usada para divulgar as entregas do governo federal e de seus ministérios.

Campeão de interações

Além de ser o mais citado, Marinho aparece nos três posts que tiveram mais interações. No primeiro, que passa de 36 mil curtidas e 7 mil compartilhamentos, o presidente anuncia que daria auxílio às vítimas da tragédia que atingiu Petrópolis.

Os outros dois, que tiveram mais de 30 mil curtidas e milhares de compartilhamentos, tratam da transposição do Rio São Francisco. O assunto predomina entre os posts que citam o ministro do Desenvolvimento Regional e é importante para Bolsonaro, já que beneficia estados do Nordeste. Na região, o presidente tem seu pior desempenho nas pesquisas de intenção de voto.

Leia Também

Já o ministro Tarcísio de Freitas, segundo colocado na lista, foi mencionado em tuítes sobre entregas de obras de sua pasta. No dia 29 de janeiro, por exemplo, o presidente usou sua conta no Twitter para divulgar o avanço de obras nos túneis do Contorno Viário de Florianópolis, em post com mais de 23 mil curtidas.

Para Pedro Bruzzi, diretor da Arquimedes e responsável pelo levantamento, Tarcísio deve tentar nacionalizar a disputa em São Paulo, de olho no eleitorado conservador, e, por isso, é importante para ele estar atrelado a Bolsonaro. Já as citações a Marinho evidenciariam a preocupação do presidente com o Nordeste.

— As pesquisas dão larga vantagem a Lula na região e Bolsonaro busca um canal para se aproximar. Mas a missão de Rogério Marinho não é nada fácil no Rio Grande do Norte. Naquele estado, não sei se ser tão citado assim por Bolsonaro é algo positivo ou negativo nesta corrida — disse Bruzzi.

Ranking de citações aos ministros

  • 1) Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional): Senado no RN. 24 citações
  • 2) Tarcísio Freitas (Infraestrutura): Governo de SP. 18 citações
  • 3) Anderson Torres (Justiça): Câmara pelo DF. Oito menções
  • 4) Tereza Cristina (Agricultura): Senado no MS. Cinco tuítes
  • 5) Damares Alves ( Direitos Humanos): Senado em SP. Três menções.
  • 6) João Roma (Cidadania): Governo da BA. Três menções.
  • 7) Fábio Faria(Comunicações): Senado no RN. Três menções.
  • 8) Onyx Lorenzoni (Trabalho): Governo do RS. Duas menções.
  • 9) Augusto Heleno (GSI) e Braga Netto (Defesa): Vice. Uma menção.
  • 10) Flávia Arruda (Secretaria de Governo) e Gilson Machado (Turismo): Senado por DF e PE. Sem citações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários