Sob governo Bolsonaro, número de crianças em creches diminui e se afasta da meta
Divulgação/Prefeitura São Paulo
Sob governo Bolsonaro, número de crianças em creches diminui e se afasta da meta

Sob a gestão de Jair Bolsonaro (sem partido) , o número de crianças brasileiras matriculadas em creches diminuiu e afastou-se da meta estabelecida de ter metade das crianças de até 03 anos de idade nas escolas até 2024. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Em 2020, 31% das crianças de 0 a 3 anos encontravam-se matriculadas em creches. O índice apresentou um leve recuo e interrompeu a sequência de avanços, já que em 2019 eram 32%.

Em todo o país, apenas 17% dos municípios possuem vagas em creches para metade das crianças dentro desta faixa etária. No sul e no Sudeste, 37% das cidades possuem disponibilidade. No norte, apenas 3% dos municípios atingem esse patamar.

Durante o governo Bolsonaro, o Ministério da Educação (MEC) teve seus investimentos reduzidos para realizar aportes e apoiar os municípios e melhorar a educação infantil. O número de vagas disponíveis em creches teve, em 2020, a primeira retração em duas décadas - mesmo no período anterior a pandemia.


O ministério da Educação não se pronunciou sobre os questionamentos realizados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários