Abraham Weintraub
Marcos Corrêa/PR
Até o momento, datas iniciais do Enem estão mantidas.

A União Nacional dos Estudantes ( UNE ) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas ( Ubes ) entraram com uma ação na Justiça pedindo o adiamento da edição 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Leia também: Enem registra mais de 1,4 milhões de inscrições, diz ministro

O processo foi protocolado na última segunda-feira (11). Nele, as entidades estudantis alegam que manter a data atual do Enem - que está marcado para o mês de novembro - é injusto com os candidatos mais pobres, que estão tendo dificuldades no ensino remoto.

Segundo o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira ( Inep ), Alexandre Lopes, as datas de aplicação do Enem serão mantidas "por enquanto" e que eventuais mudanças serão analisadas com o tempo. 

As inscrições para o Enem 2020 foram abertas na última segunda e vão se estender até o dia 22 de maio. Para os candidatos que não obtiveram a isenção, o prazo para o pagamento da taxa de inscrição (R$ 85) vai até o dia 28 de maio. 

    Leia tudo sobre: Enem

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários