aulas
Reprodução
Alunos voltam às aulas nesta quinta-feira, no Rio

Após adiar o início do ano letivo, previsto para esta quarta-feira (5), por causa da interrupção do abastecimento de água pela Cedae, a prefeitura do Rio de Janeiro confirmou que as aulas começarão nesta quinta-feira. Segundo a secretaria municipal de Educação, no entanto, 65 das 1.500 escolas da rede ainda estavam sem água até esta tarde.

Uma fonte do GLOBO informou que as escolas onde o abastecimento ainda não foi restabelecido estão localizadas nos bairros de Jacarepaguá, Barra da Tijuca, Bangu, Realengo, Senador Camará, na Zona Oeste, e Cordovil e Ilha do Governador, na Zona Norte.

Nesta terça-feira, a coluna Extra, Extra, de Berenice Seara, revelou que o fechamento da captação, depois que a Cedae encontrou detergente na água, causou desabastecimento em 40% das 1.500 escolas da rede.

Leia também: MEC quer aplicar Enem a cada ano do ensino médio

Preocupado com a informação levada por sua secretária de Educação, Talma Suane, o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) telefonou ao governador Wilson Witzel (PSC) — e ouviu do chefe do Palácio Guanabara que, na nova data, tudo estaria normalizado.

De acordo com a secretaria municipal de Educação, as 65 escolas que ainda seguem sem água já estão abastecidas com água mineral para o caso de necessidade.

    Veja Também

      Mostrar mais