Tamanho do texto

A previsão inicial de encerramento para pleitear bolsa era nesta segunda-feira; as vagas disponibilizadas são para o segundo semestre de 2020

Agência Brasil

Estudante conferindo vagas do ProUni arrow-options
Divulgação
Pelo ProUni, estudantes de baixa renda conseguem ter acesso ao ensino superior

Os estudantes matriculados em universidades particulares podem concorrer às bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni) até o dia 4 de outubro. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (30) pelo Ministério da Educação (MEC). A previsão inicial de encerramento para pleitear bolsa era também nesta segunda-feira.

Leia também: MEC destina maior parte de verba desbloqueada para universidades

Podem pleitear as bolsas remanescentes do ProUni estudantes que não foram selecionados na primeira e segunda chamadas, além da lista de espera. As inscrições devem ser realizadas no site do programa.

As vagas são para o segundo semestre de 2020. Nesta etapa, não há chamadas ou nota de corte diária. A ocupação das bolsas é realizada conforme a ordem de inscrição. Ao concluir a inscrição, a bolsa automaticamente é reservada ao candidato.

Para concorrer às bolsas remanescentes é preciso ter participado de qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ) a partir de 2010, com nota superior a 450 pontos e sem ter zerado a prova de redação e não ter diploma anterior de curso superior. Professores da rede pública e que não tenham participado do Enem podem se inscrever às bolsas de estudo em cursos de licenciatura.

Leia também: Prazo de adesão a modelo de escola cívico-militar termina nesta sexta

Quem for selecionado pelo ProUni deverá comparecer à instituição de ensino nos dois dias úteis após a inscrição para comprovar as informações prestadas.

    Leia tudo sobre: Enem