Tamanho do texto

Conselho de Graduação (CoG) da Universidade de São Paulo fez diversas alterações no vestibular; bônus para estudante de escola pública foi extinto

O que não muda para o vestibular Fuvest 2019 é o valor da taxa de inscrição; ela permanece em R$ 170
Marcos Santos/USP Imagens
O que não muda para o vestibular Fuvest 2019 é o valor da taxa de inscrição; ela permanece em R$ 170

A Universidade de São Paulo (USP) divulgou nesta segunda-feira (21) as alterações no vestibular da Fuvest aprovadas na última quinta-feira (17) pelo Conselho de Graduação (CoG) da USP. Entre as mudanças no processo seletivo para ingresso na Universidade está a diminuição de três para dois os dias de provas da segunda fase.

Leia também: Professor com dois meses de salário atrasado chora ao ganhar R$ 400 de alunos

O vestibular da Fuvest possui duas fases. Na primeira, todos os candidatos realizam uma prova de conhecimentos gerais, com 90 testes, que incluem as disciplinas obrigatórias do ensino médio (biologia, física, geografia, história, inglês, matemática, português e química).

A partir do vestibular de 2019, todos os candidatos farão somente duas provas na segunda fase: a de português e redação, que permanece igual aos vestibulares anteriores, e a de disciplinas específicas, ou seja, aquelas exigidas pela carreira escolhida. Nessa prova específica, a quantidade de disciplinas requerida passou de duas a três para duas a quatro, a critério de cada unidade da USP.

Até o processo de seleção 2018, a segunda fase era composta de três provas discursivas realizadas em três dias seguidos. No primeiro dia, dez questões de português e uma redação; no segundo dia, 16 questões sobre disciplinas obrigatórias do ensino médio e, no terceiro dia, 12 questões de disciplinas relacionadas à carreira escolhida pelo candidato.

Fim do bônus para estudante de escola pública

No ano passado, a USP adotou um sistema de reserva de vagas para os estudantes de escolas públicas e alunos de escola pública autodeclarados Pretos, Pardos e Indígenas (PPIs).

Leia também: Brasil ainda não atingiu a meta de redução do analfabetismo fixada em 2015

Para a aplicação dessa resolução, o vestibular adotará inscrições por modalidades de vagas já a partir da primeira fase do vestibular. Ao escolher sua carreira e seu curso, o vestibulando terá três opções: Ampla Concorrência (AC), Ação Afirmativa Escola Pública (EP) e Ação Afirmativa Preto, Pardo e Indígena (PPI).

AC: vagas para todos os candidatos sem exigência de nenhum pré-requisito.

EP: vagas destinadas aos candidatos que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

PPI: vagas destinadas aos candidatos e autodeclarados pretos, pardos e indígenas que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

Além do vestibular próprio, a USP possui outra forma de ingresso: o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As modalidades de vagas oferecidas pela Universidade via vestibular e Sisu passam a ser compatíveis.

Para o ingresso em 2019, de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo governo do Estado de São Paulo, a USP reservará 40% de suas vagas, por curso, para estudantes de escola pública, considerando Fuvest e Sisu. Dentro dessa porcentagem, ainda incidem 37,5% de reserva de vagas para PPIs. Com a institucionalização da reserva de vagas no vestibular Fuvest, a concessão de bônus deixa de existir. 

Reescolha

O vestibular não adotará mais o Processo de Reescolha. Esse processo era oferecido aos candidatos não matriculados e que não tivessem sido eliminados após a sexta chamada, com interesse em cursos com vagas ainda não preenchidas.

Em 2019, o número de chamadas de aprovados passará de seis para cinco. De acordo com o pró-reitor de Graduação, isso foi decidido porque mais vestibulandos serão convocados para a segunda fase.

Caso haja vagas não preenchidas, elas estarão disponíveis nos processos de transferência interna (para os próprios alunos da USP) e externa (estudantes de outras universidades). O que não muda para o vestibular Fuvest 2019 é o valor da taxa de inscrição, que permanece em R$ 170 .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.