Tamanho do texto

Interessados em obter o certificado do ensino fundamental também podem participar do exame nacional; provas serão realizadas no dia 5 de agosto

Sistema de inscrição pode ser acessado na página do Encceja; candidatos terão até o dia 27 de abril para se inscrever
Reprodução
Sistema de inscrição pode ser acessado na página do Encceja; candidatos terão até o dia 27 de abril para se inscrever

Quem já passou da idade de cursar o ensino médio regular e tiver interesse em obter certificados que comprovem o conhecimento do conteúdo oferecido neste período escolar pode fazer a prova d o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos ( Encceja ) 2018.

O Ministério da Educação (MEC) abriu nesta segunda-feira (16) as inscrições e os candidatos terão até o dia 27 de abril para se inscrever. O sistema de inscrição pode ser acessado na página do Encceja  na internet . As provas serão realizadas no dia 5 de agosto.

O exame é destinado a jovens e adultos residentes no Brasil ou no exterior que não tiveram oportunidade de se formar na idade ideal. Os candidatos podem obter os diplomas do ensino fundamental ou médio por meio da prova.

No momento das inscrições, é necessário fazer a opção pelo nível de ensino que deseja obter certificação. Para pleitear a certificação do ensino fundamental o candidato precisa ter, no mínimo, 15 anos completos na data de aplicação do exame. No caso da certificação do ensino médio é preciso ter, no mínimo, 18 anos completos. A participação é voluntária e gratuita.

Leia também: Prova de ciências exatas do Enem terá 30 minutos a mais neste ano

Atenção durante a inscrição

O MEC alerta que o participante deve ficar atento à seleção das áreas de conhecimento. Quem quer o certificado de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio precisa ter proficiência nas quatro áreas do conhecimento e na redação.

No entanto, o participante que já tem alguma declaração parcial de proficiência, obtida em edições passadas do exame ou do Enem , fica liberado de fazer a prova da área na qual já tem proficiência comprovada. Na inscrição, o participante também precisa escolher a instituição na qual pretende solicitar a certificação ou a declaração parcial de proficiência.

Os resultados individuais da prova permitem a emissão de dois documentos: a certificação de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio, para o participante que conseguir a nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação, e a declaração parcial de proficiência, para o participante que conseguir a nota mínima exigida em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas.

Leia também: Ministério da Educação entrega base curricular do ensino médio

Também  serão realizados neste ano o Encceja para quem mora no exterior, para adultos submetidos a penas privativas de liberdade e para adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.