Tamanho do texto

Para obter a gratuidade, candidato precisa comprovar renda familiar de até R$ 1.405,50 por pessoa; comprovantes podem ser enviados até terça-feira

Taxa de inscrição para o vestibular da Fuvest poderá ser paga até o dia 12 de setembro
Cecília Bastos/USP Imagem
Taxa de inscrição para o vestibular da Fuvest poderá ser paga até o dia 12 de setembro

Termina nesta segunda-feira (7) o prazo para solicitação de isenção ou redução da taxa de inscrição para o processo seletivo de 2018 da Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular). A data-limite para envio dos comprovantes de situação socioeconômica é na terça-feira (8).

Leia também: PUC Campinas abre inscrições para o processo seletivo 2018

Para solicitar a isenção total da taxa da Fuvest , o candidato deve comprovar renda familiar de até R$ 1.405,50 por pessoa. Para ter desconto de 50% do valor da taxa, a renda per capita do domicílio deve estar entre R$ 1.406,00 e R$ 2.811,00.

No processo seletivo de 2018, serão oferecidas 8.402 vagas em cursos da USP. As inscrições devem ser realizadas de 21 de agosto a 11 de setembro. A prova da primeira fase está marcada para ocorrer no dia 26 de novembro, enquanto a segunda fase deverá acontecer entre os dias 7 e 9 de janeiro do ano que vem.

Para os candidatos que não tiverem os pedidos de isenção ou redução deferidos, a taxa de inscrição cobrada é no valor de R$ 170. O valor poderá ser pago até o dia 12 de setembro.

Sistema de Cotas

No mês passado, o Conselho Universitário da USP (Universidade de São Paulo) aprovou a criação de um sistema de cotas que propõe a reserva de vagas para alunos de escolas públicas e autodeclarados pretos, pardos e indígenas nos cursos de graduação da instituição a partir do próximo ano.

Leia também: Quadrilha que fraudava vestibular em Goiás é denunciada pelo MP

No ingresso de 2018, serão reservadas 37% das vagas de cada unidade de ensino e pesquisa; em 2019, a porcentagem deverá ser de 40% de vagas reservadas de cada curso de graduação; para 2020, a reserva das vagas em cada curso e turno deverá ser de 45%; e no ingresso de 2021 e nos anos subsequentes, a reserva de vagas deverá atingir os 50% por curso e turno.

Novos cursos

Em 2018, a USP oferecerá dois novos cursos: Medicina, que será ministrado no campus de Bauru, e o Bacharelado em Biotecnologia, na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), na Zona Leste de São Paulo.

Também foi ampliado o número de vagas em dois cursos já existentes: Bacharelado em Sistemas de Informação, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), que passou de 40 para 50 vagas; e Bacharelado em Biblioteconomia, oferecido pela Escola de Comunicações e Artes (ECA), que passou de 15 para 20 vagas.

Leia também: Unicamp abre inscrições para o vestibular 2018

A partir do próximo vestibular da Fuvest, o Bacharelado em Música com habilitação em Instrumento de Sopro, oferecido pela ECA, passará a oferecer a ênfase em Clarone, em soma às outras oito ênfases já oferecidas (Clarinete, Fagote, Flauta, Oboé, Trombone, Trompa, Trompete e Tuba).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.