Tamanho do texto

Segunda edição do programa em 2017 oferece 75 mil novos contratos de financiamento; pré-selecionado deve confirmar contratação até o dia 07/08

Estudantes da lista de espera do Fies terão cinco dias úteis para concluir inscrição; prazo é contado a partir da pré-seleção
Marcos Santos/USP Imagens
Estudantes da lista de espera do Fies terão cinco dias úteis para concluir inscrição; prazo é contado a partir da pré-seleção

O Ministério da Educação divulga nesta segunda-feira (31) o resultado da pré-seleção para novos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)  para o segundo semestre de 2017. Os candidatos podem conferir o resultado no site oficial do programa , neste link , ou junto à própria instituição de ensino.

O estudante pré-selecionado para obter o financiamento oferecido pelo Fies deverá acessar o site do programa entre amanhã (1º) e a meia-noite da próxima segunda-feira (7) para confirmar a contratação do benefício.

São oferecidas nessa nova edição do programa 75 mil novos contratos. O MEC espera que, ao fim do processo seletivo para o segundo semestre, o total de estudantes benefiados com o financiamento em 2017 chegue a 225 mil.

Lista de espera

Também está aberta a partir de hoje as inscrições para a lista de espera do programa. Os estudantes que não foram selecionados no processo regular se tornam candidatos às vagas remanescentes automaticamente.

Os alunos que integram essa lista de espera devem ficar atentos para uma eventual convocação, divulgada sempre pelo site oficial do programa, pois eles terão cinco dias úteis para concluir sua inscrição. O prazo é contado a partir da data da divulgação de sua pré–seleção. 

A convocação de estudantes da lista de espera será feita até o dia 3 de setembro.

Novo Fies

Os estudantes que assinarem o contrato de financiamento nesta edição serão os últimos a contar com as regras já conhecidas do programa, com taxa de juros de 6,5% ao ano. Isso porque a partir do ano que vem, o Fundo de Financiamento Estudantil terá nova sistemática  , com três modalidades.

A primeira delas terá juro zero, corrigido somente pela inflação, e irá oferecer 100 mil vagas em 2018, de acordo com o MEC. Poderão contratar essa opção de financiamento estudantes que possuam renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa. A proposta do Ministério da Educação é que os custos do financiamento não comprometam mais que 10% da renda da família.

A segunda modalidade foi batizada como Fies Regional, que vai oferecer no próximo ano 150 mil contratos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, com juros de até 3%. Poderão se candidatar estudantes com renda familiar de até cinco salários mínimos por pessoa. 

Por último, o MEC anunciou também o Fies Desenvolvimento, que vai oferecer 60 mil vagas mediante à captação de recursos junto ao BNDES e aos fundos de desenvolvimento regional. Essa modalidade também poderá ser contratada por alunos com renda familiar de até cinco salários per capita.

Afora as exigências socioeconômicas do programa, o MEC continuará exigindo que os candidatos do Fies tenham feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido ao menos 450 pontos, além de não ter zerado na prova de redação. 

Leia também: Em parceria com a Funai, UnB abre inscrições para vestibular para indígenas

    Leia tudo sobre: Fies

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.