Tamanho do texto

Candidatos precisavam do número de inscrição e senha cadastrados no Enem de 2016, mas dados constavam como inválidos; segundo MEC, o problema foi sanado e os estudantes estão recebendo informações para troca de senha

Inscrições para a segunda edição do ano do Sisu começaram nesta segunda-feira; estudantes reclamam de falha
Reprodução
Inscrições para a segunda edição do ano do Sisu começaram nesta segunda-feira; estudantes reclamam de falha

Cerca de 600 mil candidatos podem ter sido afetados por problemas na inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), de acordo com o Ministério da Educação (MEC). As inscrições foram abertas nesta segunda-feira (29) para a oferta de vaga em instituições públicas de ensino superior com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016.

Estudantes relataram nas redes sociais que enfrentaram problemas na hora de inserir os dados no site do Sisu . Eles eram informados de que a inscrição ou a senha estavam erradas.

O MEC e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) identificaram um problema na sincronização de bases dos dois órgãos. Segundo o MEC, o problema já foi sanado e os candidatos possivelmente afetados estão recebendo informações sobre a troca de senha para acessar o sistema normalmente.

As inscrições começaram nesta segunda-feira (29) e vão até o dia 1º de junho. Para se inscrever, o candidato precisa ter feito o Enem 2016 e não ter tirado nota zaro na redação. 

Leia também: Candidatos transexuais ou travestis poderão pedir uso de nome social no Enem

Processo de inscrição

Na hora da inscrição, os candidatos podem escolher até dois cursos por ordem de preferência. Até o fim do período de inscrição, o estudante poderá alterar a opção de curso. Também deve definir se deseja concorrer a vagas de ampla concorrência, ou pelo sistema de cotas destinadas a alunos de escolas públicas, ou a vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições.

Uma vez por dia, o MEC divulga a nota de corte de cada curso, de acordo com as inscrições feitas até aquele o momento, e a classificação parcial do candidato na opção de curso escolhida.

Ao todo, serão ofertadas 51.913 vagas em 1.462 cursos de 63 instituições de ensino, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais. Nesse processo, valerá a nota do Enem 2016. A lgumas instituições estabelecem notas mínimas para ingresso em determinados cursos. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem no ano passado.

Leia também: MEC libera que alunos do ensino fundamental tenham aulas à distância

O Sisu terá uma única chamada, e a divulgação do resultado está prevista para o dia 5 de junho. Também nessa data será aberta a lista de espera, que permanecerá disponível até 19 de junho. As matrículas serão do dia 9 ao dia 13 de junho, e a convocação da lista de espera dos estudantes será feita a partir do dia 26 de junho.

* Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.