Tamanho do texto

No site, candidatos precisam do número de inscrição e senha cadastrados no Enem de 2016, mas afirmam que números estão constando como inválidos

Inscrições para a segunda edição do ano do Sisu começaram nesta segunda-feira; estudantes reclamam de falha
Reprodução
Inscrições para a segunda edição do ano do Sisu começaram nesta segunda-feira; estudantes reclamam de falha

As inscrições para a segunda edição do ano do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começaram nesta segunda-feira  (29). No entanto, alguns estudantes já relataram no Twitter, logo pela manhã, que não estão conseguindo avançar nas inscrições por dificuldades técnica.

Para se inscrever, o candidato precisa apenas de seu número de inscrição e senha cadastrados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016. No entanto, na rede social, os estudantes afirmam que tais números constam como inválidos. 

"To tentando me inscrever no Sisu mas só da "inscrição ou senha inválida" Isso é um jogo comigo?", perguntou um dos internautas. "Por isso que o Twitter é o melhor lugar. Entrei no site do Sisu e bateu o desespero, mas vi que não é só comigo", desabafou outra.

Embora o iG tenha procurado o Ministério da Educação (MEC), sua assessoria ainda não se posicionou a respeito da falha no site. 

Processo de inscrição

Na hora da inscrição, os candidatos podem escolher até dois cursos por ordem de preferência. Até o fim do período de inscrição, o estudante poderá alterar a opção de curso. Também deve definir se deseja concorrer a vagas de ampla concorrência, ou pelo sistema de cotas destinadas a alunos de escolas públicas, ou a vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições.

Leia também: MEC libera que alunos do ensino fundamental tenham aulas à distância

Uma vez por dia, o MEC divulga a nota de corte de cada curso, de acordo com as inscrições feitas até aquele o momento, e a classificação parcial do candidato na opção de curso escolhida.

Ao todo, serão ofertadas 51.913 vagas em 1.462 cursos de 63 instituições de ensino, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

Nesse processo, valerá a nota do Enem 2016. Para participar, os candidatos não podem ter tirado 0 na redação do Enem. Além disso, algumas instituições estabelecem notas mínimas para ingresso em determinados cursos. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem no ano passado.

O Sisu terá uma única chamada, e a divulgação do resultado está prevista para o dia 5 de junho. Também nessa data será aberta a lista de espera, que permanecerá disponível até 19 de junho.

As matrículas serão do dia 9 ao dia 13 de junho, e a convocação da lista de espera dos estudantes será feita a partir do dia 26 de junho.

Leia também: Prefeitura de Suzano (SP) abre inscrições para cursinho pré-vestibular gratuito

* Com informações da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.