Tamanho do texto

Livro "Minha Vida de Menina", de Helena Morley, foi colocado no lugar de "Capitães de Areia", de Jorge Amado; primeira fase será em 26 de novembro

Fuvest acrescentou o livro Minha Vida de Menina na lista de leituras obrigatórias para o vestibular
Divulgação
Fuvest acrescentou o livro Minha Vida de Menina na lista de leituras obrigatórias para o vestibular

A Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) anunciou uma alteração na lista de leituras obrigatórias para o vestibular de 2018 da USP (Universidade de São Paulo). A decisão pela mudança foi feita pela pró-reitoria da universidade, mesmo a lista atual tendo validade até o processo seletivo de 2019.

Leia também: Inscritos no Enem podem participar de simulados online gratuitamente

O número de livros exigidos continua sendo dez. Porém, o romance "Capitães de areia", de Jorge Amado, foi retirado da lista. A Fuvest escolheu a obra "Minha Vida de Menina", de Helena Morley, para ocupar o seu lugar. O motivo da mudança não foi informado pela organização do vestibular.

As demais leituras obrigatórias são: “Iracema”, de José de Alencar; ”Memórias Póstumas de Brás Cubas”, de Machado de Assis; “O Cortiço”, de Aluísio Azevedo; “A Cidade e as Serras”, de Eça de Queirós; “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos; “Claro Enigma”, de Carlos Drummond de Andrade; “Sagarana”, de João Guimarães Rosa; e “Mayombe”, do escritor angolano Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos, conhecido pelo pseudônimo Pepetela.

Leia também: Veja cinco documentários que podem te ajudar a ir bem no Enem

O livro “Minha Vida de Menina” foi publicado em 1942 por Helena Morley, pseudônimo da escritora brasileira Alice Dayrell Caldeira Brant, nascida em 1880 na cidade de Diamantina, em Minas Gerais. Em 2003, foi lançado o filme “Vida de Menina”, baseado na obra da autora mineira.

Calendário do processo seletivo

As inscrições para o vestibular de 2018 da USP serão abertas no dia 21 de agosto deste ano. Os interessados poderão efetuar o cadastro no processo seletivo até o dia 11 de setembro. O valor da taxa de inscrição ainda não foi divulgado.

A prova da primeira fase está marcada para ser realizada no dia 26 de novembro, data que cai em um domingo. Na segunda fase, as provas serão aplicadas entre os dias 7 e 9 de janeiro do ano que vem.

Leia também: Câmara aprova projeto que dá desconto para professores ao comprar materiais

A data do processo seletivo da Fuvest foi escolhida em reunião com os organizadores de alguns dos principais vestibulares paulistas. Além da USP, decidiram a programação Unesp, Unicamp, Unifesp, ITA, PUC-SP, PUC-Campinas e Mackenzie. A fundação informa que a definição conjunta contribui para que os candidatos possam participar de vários processos seletivos, se desejarem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.