Tamanho do texto

Plataformas digitais oferecem alternativas para candidatos do Enem que estão em busca de conteúdo preparatório para a prova; veja como participar

Enem já conta com mais de 65 mil inscritos; prepare-se para a prova usando a internet como plataforma de estudo
shutterstock/Reprodução
Enem já conta com mais de 65 mil inscritos; prepare-se para a prova usando a internet como plataforma de estudo

Quem completou a inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que encerrou na última sexta-feira (19), e está em busca de alternativas para reforçar os estudos preparatórios para a prova podem encontrar soluções na internet.

Leia também: Inscrições para o Enem se encerram hoje; mais de 5 milhões já se candidataram

Isso porque duas plataformas online disponibilizam simulados para quem está treinando para ir bem no Enem , e o melhor: sem cobrar nada por isso.

Para o professor de física e CEO da plataforma Descomplica Marco Fisbhen a possibilidade de estudar online otimiza o tempo do estudante, que pode organizar um plano de estudos personalizado, com ênfase em suas demandas pessoais.

Leia também: Candidatos têm até amanhã para pagar taxa de inscrição do Enem 2017

“O primeiro desafio para prender o estudante online é parar de tentar prender. Quem prende é a escola, que coloca estudantes dentro de um muro e tem que impedir que saiam. Na internet, o estudante vai trocar de aba, se ele quiser. O que queremos é que ele volte”, explica o professor.

Simulados online

Pensando nisso, a Geekie Games liberou, no último fim de semana, o acesso a um simulado gratuito com dois cadernos de provas. Assim como no exame, o teste é feito em dois dias e as áreas de conhecimento são separadas por linguagens, códigos e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias no primeiro e matemática e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias aparecem só no segundo dia.

Leia também: Candidatos têm até amanhã para pagar taxa de inscrição do Enem 2017

Para quem quer testar suas habilidades é preciso fazer a inscrição no site até às 20h, no horário de Brasília, do dia 28 de maio. Lá, eles pedem para que o estudante crie uma conta no portal ou baixe o aplicativo disponível para Android.

A prova funciona assim: ao iniciar, cada candidato terá até duas horas para realizar cada caderno. Ao final, é possível ter acesso a um relatório com os assuntos com maior número de erros, além do gabarito.

A simulação possibilita saber se daria ou não para o candidato passar no curso desejado, com base nas notas de corte do ano passado.

A plataforma Descomplica também oferece outro simulado, que será aplicado nos dias 28 de maio e 4 de junho, assim como a prova original, que ocorrerá em dois domingos, 5 e 12 de novembro. O esquema de correção também oferece a chance de comparar as notas com as do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) da edição anterior. Os interessados podem se cadastrar no site.

O diretor da plataforma Geekie Games Wolney Melo fala sobre o constante uso das ferramentas de aprendizado online e aplicativos como soluções educacionais. “Podem ser usadas tanto para complementar os estudos por estudantes de escolas públicas e privadas, quanto como ferramentas suficientes [de estudos]." De acordo com Melo, 60% dos usuários da plataforma usam-na como solução principal. "Lá temos o conteúdo suficiente para preparar o aluno para o Enem."

Tanto a Geekie Games, quanto a Descomplica oferecem outros programas de estudo com preços acessíveis aos estudantes que estão se preparando para o Enem ou qualquer outro vestibular.

*Com informações da Agência Brasil

Leia também: Alunos já podem baixar o aplicativo do Enem

    Leia tudo sobre: Enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.