Tamanho do texto

A partir do Enade, são calculados outros indicadores de avaliação do ensino superior, o Conceito Preliminar de Curso e o Índice Geral de Cursos

No final de 2013, mais de 190 mil estudantes de 904 instituições fizeram o Enade
Rodrigo Zanotto/ Especial para a AAN/RAC
No final de 2013, mais de 190 mil estudantes de 904 instituições fizeram o Enade

Já estão disponíveis para consulta, desde esta quarta-feira (12), os microdados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2015, que podem ser acessados no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) .

Os microdados são um conjunto de informações detalhadas dos estudantes participantes e dos cursos e instituições de educação superior avaliadas no exame.

Divulgados desde 2004, eles representam um grande acervo de dados que, se considerados em conjunto com o Conceito Enade, permitem uma série de análises sobre elementos que interferem no desempenho dos alunos.

Para acessar a base de dados completa é necessário ter programas estatísticos específicos. Os Microdados do Enade 2015 trazem os inputs para a leitura dos arquivos utilizando os softwares SAS e R. Para abrir os dados no SPSS o usuário precisa clicar em “File”, em seguida “Read Text Data” e seguir os passos de importação. As variáveis com casas decimais precisam ser importadas no formato “Comma”.

Leia também: Unicamp divulga data para solicitar isenção de taxa de inscrição para vestibular

A prova é dividida em duas etapas, sendo uma de Formação Geral, composta por dez questões – oito de múltipla escolha e outras duas discursivas. A outra parte é a de Componentes Específicos, que possui 30 questões. Dessas, 27 são de múltipla escolha e outras três são dissertativas.

Enade

O Enade 2015 foi aplicado a alunos concluintes dos cursos de graduação de administração, administração pública, ciências contábeis, ciências econômicas, jornalismo, publicidade e propaganda, design, direito, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo, teologia e turismo.

Foram avaliados também os cursos tecnológicos de comércio exterior, designs de interiores, de moda, gráfico, gastronomia, gestão comercial, gestões de qualidade, de recursos humanos, financeira, pública, logística, marketing e processos gerenciais.

Leia também: Crianças aprendem matemática e educação financeira fazendo ovos de Páscoa em SP

A partir do conceito Enade, são calculados outros indicadores de avaliação do ensino superior, o Conceito Preliminar de Curso (CPC), que avalia os cursos, e o Índice Geral de Cursos (IGC), voltado para as instituições. Nessa edição, foram avaliados 8.121 cursos de 2.109 instituições de ensino. Foram inscritos 549.487 estudantes concluintes e 447.056 de fato participaram da avaliação.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.