undefined
Divulgação
UFABC está incluída na lista entre as 200 melhores universidades jovens do mundo, segundo ranking

O Brasil teve duas universidades incluídas na lista das 200 melhores instituições de ensino superior do mundo com menos de 50 anos de existência. A edição de 2017 do Times Higher Education World University Ranking cita a UFABC (Universidade Federal do ABC) e a Unesp (Universidade Estadual Paulista).

Leia também: Crianças ricas são até seis vezes melhor alfabetizadas que as pobres no Brasil

Os critérios utilizados para a elaboração do ranking são qualidade do ensino, pesquisa, número de citações, relações internacionais e com a indústria. A metodologia foi reestruturada na edição deste ano, com tópicos ligados à reputação contando menos pontos, com o intuito de refletir melhor as características das universidades jovens.

Tanto a UFABC quanto a Unesp receberam nota geral de 21,9 – resultado que as coloca na faixa entre as posições 151 e 200. Nos critérios, a UFABC recebeu 33,4 no quesito citações, enquanto as relações com a indústria foram avaliadas em 36,4. Já a visibilidade internacional teve pontuação de 31,9. Os quesitos pesquisa e qualidade de ensino tiveram notas 19,2 e 19,5, respectivamente.

Na Unesp , as notas foram:  9,2 (citações), 34,5 (relações com a indústria), 18,8 (visibilidade internacional), 54,8 (pesquisa) e 36,5 (qualidade do ensino). A escala de pontuação vai de zero a 100.

Leia também: Direito da USP vai aceitar nota de cotistas raciais que se inscreverem pelo Enem

O primeiro lugar da lista foi ocupado pela Escola Politécnica Federal de Lausanne, na Suíça, que obteve nota geral de 77,9. Nos critérios de avaliação, recebeu 96,5 em citações; 69,8 em relações com a indústria; 98,6 em visibilidade internacional; 67,4 em pesquisa e 65,2 em qualidade do ensino.

Na América Latina, além das duas instituições brasileiras, a única citada na lista foi a Universidade Diego Portales, no Chile, que ficou classificada na faixa entre as posições 101 e 150.

USP

Também nesta semana, outra publicação, da Arábia Saudita, deu destaque ao ensino superior público no Brasil. A USP (Universidade de São Paulo) foi classificada entre as melhores do mundo em oito áreas.

Leia também: MEC nega ter acabado com o programa Ciência Sem Fronteiras

Os destaques, de acordo com o CWUR (Center for World University Ranking) são as áreas de Odontologia (1º lugar), Zoologia (1º), Ciência e Tecnologia de Alimentos (6º), Psicologia (6º), Entomologia (9º), Medicina Tropical (9º), Matemática (10º) e Medicina (10º). A USP é a 70ª instituição do mundo a ter mais cursos no Top-10.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários