Tamanho do texto

Candidatos listados devem comparecer à faculdade onde vão estudar para realizar a matrícula presencial obrigatória nos dias 13 e 14 de fevereiro

Ao todo, são 1.715 nomes, sendo 1.318 novos e 397 matriculados da chamada anterior que tiveram a solicitação de remanejamento atendida
Marcos Santos/USP
Ao todo, são 1.715 nomes, sendo 1.318 novos e 397 matriculados da chamada anterior que tiveram a solicitação de remanejamento atendida

A lista da segunda chamada de convocados para a matrícula  nos cursos da Universidade de São Paulo (USP) e no curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa foi divulgada nesta quinta-feira (9) pela Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest)

Ao todo, são 1.715 nomes, sendo 1.318 novos (76,27% do total) e 397 matriculados da chamada anterior que tiveram a solicitação de remanejamento atendida. No vestibular do ano passado, a lista continha 1.686 nomes (1337 novos e 349 remanejados).

Os candidatos desta lista e os convocados na primeira chamada devem comparecer à faculdade para a qual foram aprovados e fazer a matrícula presencial obrigatória nos dias 13 e 14 de fevereiro. De acordo com a Fuvest, a terceira chamada será no dia 17 deste mês e a matrícula para essa chamada será no dia 21 de fevereiro.

LEIA MAIS: Reforma do ensino médio é aprovada e vai à sanção de Temer, que a elogia

O que levar na matrícula?

Para fazer a matrícula na USP é preciso levar o certificado de conclusão do curso de Ensino Médio ou equivalente e respectivo histórico escolar ou diploma de curso superior devidamente registrado e uma cópia autenticada. Além disso, é necessário um documento de identidade oficial com uma cópia autenticada e uma foto 3 x 4 com menos de um ano.

Já na matrícula da Santa Casa são necessários os seguintes documentos: prova de conclusão do Ensino Médio e histórico escolar; documento de identidade – RG; Cadastro de Pessoas Físicas – CPF e duas fotos 3x4 recentes. Todo o material deve ser apresentados em duas cópias autenticadas e o pagamento deverá ser efetuado no ato da matrícula, de acordo com o valor do curso.

Estão previstas seis chamadas com base na classificação original dos candidatos que não foram eliminados nas provas da segunda fase. Após a sexta chamada, a Fuvest abrirá o processo de Reescolha para as vagas não preenchidas. Não poderão participar da Reescolha os candidatos já matriculados, os eliminados no concurso vestibular, os que efetuaram cancelamento de matrícula e os treineiros.

LEIA MAIS: Mais da metade dos médicos recém-formados é reprovada em teste do Cremesp

Segundo a Fuvest, as vagas da USP não preenchidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação, serão incorporadas posteriormente ao Concurso Vestibular Fuvest 2017.

* Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.