Tamanho do texto

Participantes podem sugerir mudanças no exame por meio de ferramenta no site do instituto; cerca de 414 mil propostas já foram enviadas à organização

Segundo o Inep, até esta quinta-feira (9), cerca de 414 mil pessoas participaram da consulta pública sobre o Enem
Reprodução
Segundo o Inep, até esta quinta-feira (9), cerca de 414 mil pessoas participaram da consulta pública sobre o Enem

O MEC (Ministério da Educação) anunciou nesta quinta-feira (9) que o prazo final para a consulta pública sobre mudanças no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) foi prorrogado até o próximo dia 17. Os interessados podem enviar suas considerações a respeito da prova até às 23h59 daquele dia.

LEIA MAIS: Saiba tudo sobre o Enem

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), autarquia do MEC responsável pela organização e aplicação do Enem , informou que o prazo foi prorrogado em razão da grande participação popular. De acordo com o instituto, a consulta pública, que foi aberta no dia 18 de janeiro, já recebeu cerca de 414 mil sugestões até a manhã desta quinta-feira.

A pesquisa é composta por quatro questões, sendo que a primeira delas apura se a aplicação do exame deve manter o formato atual, em dois dias, ou ser realizada em apenas um dia, com uma prova de até 100 questões, além da redação. Seriam cinco horas e meia de duração da prova.

A segunda complementa a anterior: caso o exame continue a ser aplicado em dois dias, os cidadãos devem opinar sobre os mais adequados — domingo e segunda-feira, que se tornaria feriado escolar, dois domingos consecutivos ou, como funciona hoje, no sábado e no domingo.

LEIA MAIS: Conheça a história de um preso que participou do Enem

Já a terceira busca a opinião sobre a aplicação da prova por computador. Por fim, o participante tem a oportunidade de apresentar sugestões para o aprimoramento do exame em um texto com no máximo 300 caracteres. As perguntas devem ser respondidas pela internet, na página da consulta pública, no site do Inep.

Sisu

Segundo o ministério, 2.498.261 candidatos se inscreveram no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) . O número corresponde a cerca de 40% do total de 6,1 milhões de candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio no ano passado.

Ao todo, de acordo com a pasta, foram ofertadas 237.840 vagas. Houve uma revisão das 238.397 inicialmente anunciadas. Mesmo assim, o número é maior que o de vagas ofertadas no ano passado, 228.397. O número de inscritos, no entanto, apresentou queda. Na primeira edição de 2016, foram 2.712.937 inscrições, o equivalente a 46% dos 5,8 milhões que fizeram o exame em 2015.

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação por meio do qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas a candidatos participantes do Enem. O critério de seleção é a nota obtida no exame.

    Leia tudo sobre: Enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.