Tamanho do texto

Participantes relataram alterações nas inscrições; pasta assegura que eventuais casos pontuais serão encaminhados para investigação da PF

Resultados do Sisu podem ser acessados no site do ministério; seleção é feita com base nas notas do Enem
Reprodução/MEC
Resultados do Sisu podem ser acessados no site do ministério; seleção é feita com base nas notas do Enem

O MEC (Ministério da Educação) negou que os sistemas virtuais do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e do Sisu (Sistema de Seleção Unificada). Ao longo da semana, circularam informações de que os bancos de dados foram hackeados e que os cadastros de diversos estudantes haviam sido modificados.

LEIA MAIS: Saiba tudo sobre o Enem

Em um dos casos que ganharam repercussão na imprensa, uma candidata disse que sua opção de curso foi alterada por hackers. O MEC, no entanto, informou que não há registro de inscrição em nenhum curso, nem alteração posterior. Em outro caso, uma candidata diz que os invasores mudaram a opção de curso de medicina para um curso tecnológico de produção de cachaça. A versão do ministério – responsável pela organização do Enem e pela gestão do Sisu – é que só houve registro no segundo curso.

“Casos individuais que forem identificados e informados ao MEC, como suposta mudança indevida de senha e violação de dados, serão remetidos para investigação da Polícia Federal. Nos dois casos citados pela imprensa, o Inep já identificou no sistema data, hora, local, operadora e IP de onde partiram as mudanças de senha. Os dados serão encaminhados para a Polícia Federal ”, disse a assessoria de imprensa do ministério, por meio de nota.

“Ressaltamos, também, que todas as ações realizadas no sistema são gravadas em log (registro de eventos em um sistema de computação), de forma a possibilitar uma auditoria completa”, acrescenta o texto.

LEIA MAIS: Conheça a história de um preso que participou do Enem

A Secretaria de Educação Superior destaca que a atual gestão assumiu a pasta em maio de 2016, com o processo do exame em curso, na última semana de inscrições. “Por isso, todo o sistema de operacionalização definido na gestão anterior estava em funcionamento e não pôde ser alterado no meio do processo.”

Sisu

O Sisu é o sistema informatizado, gerenciado pelo MEC , pelo qual instituições públicas de educação superior oferecem vagas a candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio.

Ao efetuar a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu. O candidato também deve definir se deseja concorrer a vagas de ampla concorrência ou àquelas com cotas.

LEIA MAIS: Ministério divulga resultados da primeira edição do Sisu 2017

No ano passado, pouco mais de 8,3 milhões de pessoas participaram do Enem e, portanto, podem se inscrever no Sisu.


* Com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: Enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.