Dino

Um dos mercados amplamente beneficiados pela ascensão da economia criativa no Brasil foi o de artesanato. Segundo dados IBGE de 2019, o setor movimenta cerca de 50 bilhões por ano no país e é fonte de renda para aproximadamente de 10 milhões. Essa receita é referente, principalmente, a pequenos negócios, sendo a formalização o principal desafio no setor. Ainda de acordo com o IBGE, apenas 40% dos negócios de artesanato possuem CNPJ. No entanto, nos últimos anos, passaram a existir cada vez mais exemplos de empresas que conseguiram aliar industrialização e prática artesanal, tornando-se mais competitivas, sem perder o apelo criativo e emocional de suas criações.

É o caso da Lovato Móveis, empresa do setor moveleiro de luxo na região de Curitiba, no Paraná. Seu fundador, o artesão Ricardo Lovato, assumiu o desafio de produzir itens feitos a mão em maior escala. “É um equilíbrio muito delicado. Queremos ser maiores e produzir cada vez mais, mas, ao mesmo tempo, manter a qualidade e exclusividade de nossas criações”, salienta o empresário. A saída foi, além de industrializar e criar processos para o que fosse possível, capacitar um número grande de artesões para atenderem à maior demanda. “Precisei passar o meu conhecimento e jeito de fazer para um time de artesões que hoje trabalham conosco. Eu tive essa oportunidade de aprendizado lá atrás e pude multiplicá-la”, relata Lovato.

Os móveis saem da região metropolitana de Curitiba para casas nos endereços mais luxuosos do Brasil, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Também são exibidos em feiras no país e no exterior, como o Isaloni, maior feira do setor de móveis e decoração do mundo, realizada anualmente em Milão, na Itália. “É uma satisfação ver as peças saindo das mãos dos nossos artesões para serem parte de projetos de grandes arquitetos, para áreas de lazer nos Estados Unidos, na Bolívia e no Japão. O produto artesanal tem grande valor em mercados estrangeiros”, avalia Lovato. Para o empresário, o segredo do sucesso está em investir naquilo que realmente diferencia seu produto. “O toque humano da nossa produção é o que faz a diferença na criação, no acabamento, na exclusividade. Valorizar o artesão e o artesanato dentro de um contexto moderno de gestão é o que nos permite continuar crescendo. Eu acredito que esse misto de industrialização e artesanato é uma saída para levar cada vez mais produtos brasileiros para o resto do mundo”, finaliza.



Website: http://www.lovatomoveis.com.br

    Veja Também

      Mostrar mais