Dino

Há exatamente 10 anos, começou a implantação gradual da Nota Fiscal eletrônica - NF-e, em substituição às notas tipo 1 e 1-A. Hoje, o documento é obrigatório para as empresas de todos os portes e segmentos. Apesar de ser um processo relativamente simples, a emissão da Nota Fiscal exige muita atenção e cuidados por parte dos empresários, gestores e profissionais da Contabilidade.

Sua emissão, segundo consta no artigo 1º da Lei nº 8.137/1990, é obrigatória para empresas de todos os portes e segmentos, inclusive para as empresas públicas e as do terceiro setor.

Cuidados necessários

Contudo, passados dez anos de sua obrigatoriedade, ainda existem muitos problemas com a emissão da NF-e, e um deles é o preenchimento incorreto de dados. Isso traz sérias consequências para o emissor da nota fiscal, como, por exemplo: o cliente tem a liberdade de não aceitar o documento; a empresa emissora corre o risco de não conseguir cancelá-la; e ainda fica sujeita a uma autuação, caso venha a ser fiscalizada.

Outra adversidade comumente relatada pelos empresários, contadores e órgãos arrecadatórios é a organização e arquivo das notas fiscais, visto que nem sempre existe um local adequado para armazenar os documentos. De acordo com a legislação tributária brasileira (arts. 173 e 174 do Código Tributário Nacional) a NF-e deve ser arquivada pelo prazo de cinco anos, devendo ser disponibilizada para o fisco quando solicitada.

Os contribuintes emissores da NF-e devem ficar atentos também à segurança e a violação das informações prestadas. Neste caso, as empresas pequenas e menos estruturadas são as que mais sofrem, porque precisam absorver os custos financeiros da implantação e integração de sistemas. Sem contar os custos para acompanhar as frequentes mudanças na legislação empresarial.

Qyon tecnologia

Consciente de que a NF-e é um item de grande importância para a manutenção e desenvolvimento das empresas, e que se faz cada vez mais necessária, para atender à demanda fiscal, a  Qyon Tecnologia,  comandada por Maurício Frizzarin e controlada pela Eight Sharp Capital LLC, está aportando cerca de R$100 milhões em empresas de tecnologia no País, a fim de melhorar o ambiente de negócios, apresentando soluções inovadoras para os problemas das NF-e, e administração fiscal das empresas, em especial para o pequeno e médio empreendedor.

Você viu?

A Qyon Tecnologia deu início ao seu processo de investimento nesta área adquirindo a empresa Dokfile, que é especializada no gerenciamento de documentos fiscais. “A união da solução da Dokfile aos mecanismos de inteligência artificial da Qyon Tecnologia trará facilidades para contadores e empresários que poderão fazer a importação automática de DF-e (Documentos Fiscais Eletrônicos como NF-e, CT-e, NFS-e) das Secretarias de Fazenda-Sefaz das Prefeituras, em um ambiente 100% cloud , capaz de armazenar os documentos e disponibilizá-los de forma clara e organizada na plataforma web”, explica o diretor comercial da Qyon, Marcos Paulo de Castro. 

Outra vantagem desse sistema é o recebimento de notificações quando uma nota fiscal é cancelada ou desconhecida, garantindo a escrituração correta dos documentos contábeis, informa Renato Forti, fundador da Dokfile, que passa a exercer o cargo de líder de desenvolvimento da Qyon.

Com o objetivo de ampliar ainda mais as possibilidades de emissão, controle e armazenamento de notas fiscais, a Qyon Tecnologia anunciou recentemente a aquisição de mais duas empresas, a Flip ERP e Geiko CRM, cujos produtos são voltados a trazer facilidades para os micro e pequenos negócios.

Emissão gratuita de NF-e

Para contribuir com o mercado, neste momento de retomada da economia, e quando a Nota Fiscal Eletrônica completa 10 anos de funcionalidade no País, Maurício Frizzarin, está disponibilizando um sistema gratuito de emissão de NF-e, inclusive abrindo a possibilidade do micro e pequeno empreendedor participar de um shopping de serviços (venda online). Com isso, permite ao empreendedor de menor porte, uma maior integração com os seus consumidores, onde ele pode atuar de forma personalizada, em um ambiente totalmente seguro.

“A excelência em tecnologia fiscal é um dos nossos objetivos. E agora, com as empresas adquiridas, estamos reunindo uma série de competências e sistemas inovadores que, atuando de forma integrada, nos permitirão abrir um leque enorme de serviços que trarão grandes benefícios para o mercado. Por exemplo, hoje os emissores pagos e gratuitos só emitam a Nota Fiscal Eletrônica-NF-e. Já o sistema Qyon emite também a Nota Fiscal Eletrônica ao Consumidor-NFCe o que traz inúmeras oportunidades de negócios para os micro e pequenos empresários”, afirmou Frizzarin.

 Para mais informações sobre o Qyon ERP e Qyon CRM acessem www.qyon.com

Perfil

Maurício Frizzarin fundou a empresa Folhamatic Tecnologia, na cidade de Americana, nos anos 1990, quando tinha apenas 17 anos de idade, e depois, em 2012, a vendeu ao Grupo Britânico Sage, caracterizando um dos maiores negócios do setor de tecnologia do País, envolvendo um montante de cerca de R$ 400 milhões. 



Website: https://www.qyon.com/

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários