Assédio moral no trabalho. O que fazer?
Reprodução: Reclamar adianta
Assédio moral no trabalho. O que fazer?

Trabalho em uma empresa há um ano e recentemente sofri alguns comentários racistas e preconceituosos por parte do meu chefe. Isso tem se tornado recorrente. Já conversei com ele e acabo sofrendo ameaças. O que devo fazer? Maria Alves, Irajá.

Segundo a advogada Fernanda Pereira Machado, se há ameaças é necessário fazer um registro de ocorrência na delegacia mais próxima, relatando os comentários racistas e preconceituosos e a ameaça sofrida, que serão investigados os crimes de injúria racial e ameaça. “O assédio moral e as ameaças também devem, no âmbito trabalhista, ser denunciadas ao Ministério Público do Trabalho, através do site de forma anônima ou nominativa”, pontua a advogada.
É importante esclarecer que para comprovar a prática de assédio é recomendado anotar todas as humilhações sofridas, os colegas que testemunharam o fato, bem como evitar conversas sem testemunhas com o agressor. “Além disso, caso o empregado consiga gravar as conversas com o agressor, estas poderão servir de prova em juízo”, orienta Fernanda.
O assédio moral no ambiente de trabalhado é configurado pela exposição dos trabalhadores a situações humilhantes e constrangedoras, repetitivas e prolongadas, salienta o advogado Átila Nunes, do serviço www.reclamaradianta.com.br. O atendimento é gratuito pelo e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp (21) 993289328.

Casos resolvidos: Arthur Vieira (Casas Bahia), Ester Mendes (C&A), Priscila Ramos (Leader Magazine)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários