Quando o WhatsaApp é hackeado
Reprodução: Reclamar adianta
Quando o WhatsaApp é hackeado

Rio - "Fiquei assustado após ter o meu WhatsApp hackeado. Várias mensagens foram enviadas em meu nome para a minha lista de contatos, a maioria pedindo dinheiro emprestado. O que posso fazer?" (Carlos Henrique Ramos, Cidade de Deus)
Para um invasor mal-intencionado acessar seu WhatsApp, ele precisa das mesmas duas coisas que você: o número do seu telefone e o código que o aplicativo envia para confirmar o acesso. Este código é enviado para o aparelho que está com o chip do número cadastrado.
A primeira coisa a fazer ao identificar que seu WhastApp foi clonado ou hackeado é apagar e reinstalar o aplicativo. Na sequência, verifique se houve algum dano ou golpe aplicado com os contatos da sua lista.
O advogado Antônio Carlos Marques Fernandes, especialista em Direito Digital, orienta que a vítima utilize outras redes sociais para informar a sua rede de contatos sobre o golpe sofrido. De toda forma, não é recomendado fazer transferências a pedido de ninguém pelo aplicativo, se for o caso de realmente fazer a transferência, ligue para a pessoa e certifique-se que foi ela que fez o pedido.
Em hipótese alguma, passe um código enviado para seu aparelho para terceiros, pois são esses códigos que dão acesso ao aplicativo pelos criminosos. Os rastros do crime que ajudam são as contas que são pedidas para depositar e os CPFs beneficiados. Tudo isso é utilizado pela Policia Civil para identificar a metodologia de agir dos bandidos e, em sequência, conseguir identifica-los. Por isso, se você foi clonado ou hackeado, não deixe de registrar uma ocorrência e ajudar a polícia a identificar as falhas de segurança.
Casos Resolvidos: Adair Pires (Assaí Atacadista), Adalberto Vasconcelos (Azul Linhas Áreas) e Adélia de Almeida (Aymoré Financeira)

Fale com nossos advogados: o [email protected]
WhatsApp: 993289328

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários