deputado estadual Átila Nunes promete alertar o governador do Rio preocupação dos seguidores dos cultos afro brasileiros
Reprodução
deputado estadual Átila Nunes promete alertar o governador do Rio preocupação dos seguidores dos cultos afro brasileiros

O deputado estadual Átila Nunes, que integra uma família que tem tradição de defender a liberdade religiosa, promete para esta semana alertar o governador do Rio, Cláudio Castro , a preocupação dos seguidores dos cultos afro brasileiros com a entrega da Secretaria de Direitos Humanos a um indicado do partido Republicanos, braço partidário da Igreja Universal. Segundo ele, desde o ano de 2019 dispararam os registros de ocorrência por crimes de discriminação religiosa na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi). Castro é católico, mas, de acordo com Átila, ele tem se "manifestado respeito a todas as religiões". Só nos cinco primeiros meses de 2021, ocorreram sete vezes mais registros de ocorrência de discriminação do que no mesmo período de 2019, incluindo os casos de intolerância religiosa.

TOMADA DE PROVIDÊNCIAS

"Infelizmente, a área de Direitos Humanos da Secretaria de Direitos Humanos esvaziou completamente as iniciativas de combate à intolerância religiosa, hoje resumida a duas pessoas sem ao menos, uma mesa. Sou autor do projeto que instituiu o Programa de Assistência às Vítimas de Intolerância Religiosa, mas a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos ainda não tomou nenhuma atitude para sua implementação", desabafa o parlamentar.

"Quase cem por cento das vítimas de intolerância religiosa pertencem à Umbanda e Candomblé, cujos centros vêm sendo expulsos das comunidades por traficantes que se dizem neopentecostais. Por outro lado, como relator da CPI que investiga os casos de intolerância religiosa no RJ, vejo, preocupado, a entrega, justamente dessa área delicada, nas mãos de um segmento cujo histórico nunca primou pelo respeito aos cultos afro-brasileiros. A história da Igreja Universal é marcada por implacável pregação odiosa contra os seguidores das religiões de matriz africana. E a IURD exerce fortíssima influência no Republicanos, ao qual será entregue a Secretaria de Direitos Humanos", conclui.

Comida na mesa

Câmara Municipal do Rio promove hoje (7) debate público online para articular ações que ajudem a combater a fome na cidade, que se agravou com a pandemia. Levantamento da Central Única de Favelas (CUFA) mostra que 82% dos moradores de comunidades estão dependendo de doações para pôr comida na mesa. Encontro faz parte das ações promovidas pela Frente Parlamentar contra a Fome da Câmara Municipal do RJ, que é presidida pelo vereador Dr. Marcos Paulo (PSOL).

Você viu?

Nova licitação

O Tribunal de Contas suspendeu licitação no município de Mesquita para construção de quadra poliesportiva no valor de R$ 3,8 milhões. De acordo com decisão da relatora Marianna Willeman, no edital constavam exigências técnicas e operacionais que prejudicam a competitividade da disputa.

La Doce Vida

O Senado homologa licitação para aquisição de três toneladas e duzentos quilos de açúcar, além de adquirir mais 2.800 frascos de adoçante dietético, do tipo aspartame.


Twittadas do Nuno

O governador do Estado, Cláudio Castro , falou sobre uma possível quarta onda da Covid-19. Sem fila de espera em UTIs e enfermaria, mas com mais de 51 mil mortes pelo vírus no Estado, ele acredita que o sistema de saúde está preparado. Siga os protocolos e não pague para ver.

Hoje será retomada a vacinação para homens e mulheres no mesmo dia no Rio. Mulheres de manhã e homens a tarde. A semana começa com a idade de 57, seguindo até 54 no sábado. A quarta-feira será reservada para profissionais da saúde. O mais seguro a ser feito, é ser vacinado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários