PSDB busca candidato a governador; Felipe Santa Cruz é cotado para disputar o posto
Reprodução/Flickr
PSDB busca candidato a governador; Felipe Santa Cruz é cotado para disputar o posto

O PSDB do  Rio de Janeiro já está se movimentando para escolher o melhor nome para concorrer ao Governo do Estado. Um dos mais lembrados é o atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz.

Um tucano com passagem nacional pelo partido explica algumas qualidades do advogado. "Ele tem ótima relação com o João Doria (PSDB) e seria um ótimo candidato do tucano ao governo do Rio. Felipe foi vitorioso na Ordem e poderá ser na vida política. O mandato dele na OAB termina em janeiro de 22", disse.

ARTICULAÇÃO EM ANDAMENTO

Está cedo para o partido bater o martelo. Felipe Santa Cruz ganhou projeção em 2019 quando venceu a disputa pela presidência da OAB e, desde então, se entusiasmou com a possibilidade de entrar na política partidária. A sua candidatura para o Palácio Guanabara ganhou espaço por ter se mantido um crítico feroz do Governo Jair Bolsonaro.

O advogado tem conversado com o PSB e o PDT . Mas a excelente relação com Doria pesou na hora de acelerar as articulações com o PSDB. A política está nas veias da família. No passado, o seu pai, o pernambucano Fernando Santa Cruz , estudante de Direito, funcionário público do estado de São Paulo e militante da Ação Popular Marxista-Leninista foi preso, no Rio, onde estava em passeio com a família.

Detido no sábado de Carnaval do ano de 1974 por agentes do DOI-Codi , Fernando Santa Cruz foi levado de volta a São Paulo e nunca mais foi visto, e hoje consta na lista de desaparecidos políticos.

Você viu?

Educação em debate

Com pareceres contrários das Comissões de Saúde e de Educação da Alerj, será discutido hoje (13) na Assembleia o projeto de lei do deputado Brazão (PL), em que autoriza o poder executivo a considerar a prestação de atividades educacionais, com aulas presenciais , tanto na rede pública quanto na rede privada, como atividade essencial durante a pandemia.

Negócios na pandemia

Nova pesquisa do Instituto Fecomércio RJ, feita entre os dias 1º e 4 d abril, mostra que para 51,8% dos empresários a situação de seus negócios se agravou bastante nos últimos três meses, percentual bem maior do que o apurado em março (23,2%).


Para 31,5% dos entrevistados, houve uma piora , seguidos por 11,5% que acreditam que a situação do seu empreendimento permanece igual . Apenas 3,8% afirmam que houve uma melhora e 1,4% sinalizaram uma melhora significativa .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários