Vacinação
Reprodução
Vacinação

A extrema direita, com a ajuda do bolsonarismo, tem conseguido convencer parte da população que ela não deve se vacinar contra a Covid-19. Estes radicais são chamados de negacionistas. Apesar da maioria defender a ditadura militar, eles desconhecem que o país adotou o Programa Nacional de Imunização (PNI), em 1973, sob o governo do general Emílio Garrastazu Médici. Graças ao empenho dos governos que o sucederam é que se obteve conquistas importantes na saúde pública no Brasil, como a erradicação da varíola e da pólio, em 1989. Epidemias como a de sarampo e difteria foram controladas com sucesso. Segundo o IBGE, entre 1997 e 2015, a mortalidade infantil caiu de 31,9 por mil nascidos vivos para 13,8, mas nada disso serve para aqueles que agora pedem para o cidadão não usar máscaras e evitar se vacinarem.

É PRECISO VACINAR

O Ministério da Saúde investe R$ 3,9 bilhões em vacinas anualmente. É um dos investimentos mais bem aplicados do país. Tardiamente, o Brasil iniciará seu programa de imunização da população e agora haverá o enfrentamento dos negacionistas. Na semana passada, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro admitiu que estuda a possibilidade de dispensar a obrigatoriedade do uso de máscara para alguns grupos da população. Esta ideia foi aplaudida pelos negacionistas. Os mesmos que agora querem boicotar a imunização.

Agora vai?

Secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Estado e o deputado Waldeck Carneiro se reuniram com representantes de comunidades quilombolas de Campos
Divulgação
Secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Estado e o deputado Waldeck Carneiro se reuniram com representantes de comunidades quilombolas de Campos

O secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Estado, Marcelo Queiroz, e o deputado Waldeck Carneiro se reuniram com representantes de comunidades quilombolas de Campos para mediar o impasse das emissões de Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (DAP). Muitas comunidades vêm tendo dificuldades para conseguir a declaração, que é exigência obrigatória para a participação de editais.

Retorno às aulas no ensino municipal

A Comissão de Representação da Câmara Municipal do Rio se reúne hoje (18) à tarde para acompanhar as ações de retorno às aulas presenciais na rede municipal de ensino no ano letivo de 2021 e a estruturação do calendário de reposição das aulas relativas ao ano de 2020. A Comissão é presidida pelo vereador Marcio Santos (PTB) e tem como relator Tarcísio Motta (PSOL).

Equipamentos para unidades de saúde

O governo estadual vai poder ceder equipamentos desativados das UTIs dos hospitais de campanha para unidades de saúde estaduais e municipais, com aval da Secretaria de Estado de Saúde. A lei, de autoria do deputado Pedro Ricardo (PSL), foi sancionada pelo governador em exercício Cláudio Castro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários