Paes
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Eduardo Paes é o candidato do DEM à Prefeitura do Rio de Janeiro

Primeiro colocado nas pesquisas de intenções de voto para a prefeitura do Rio até o momento, o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) assiste seus adversários na disputa para ver quem estará no segundo turno. Caso eleito, Paes tem em seu plano duas áreas principais para trabalhar no início do seu governo, que terá que enfrentar ainda a pandemia do novo coronavírus.

"A primeira delas diz respeito à própria saúde pública. Reequipar as Clínicas da Família o mais rapidamente possível, normalizar o abastecimento de medicamento e preparar as Clínicas da Família para o processo de vacinação são as prioridades absolutas no plano de 100 dias", disse.

A educação é a outra preocupação do candidato para início de um mandato, caso eleito. "Nós tivemos as crianças da rede pública um ano inteiro sem nenhum tipo de aula. Obviamente, não quero culpar ninguém pela pandemia, mas a Prefeitura tinha que ter apresentado um plano de retomada, obviamente respeitando a medicina. Esse plano de retomada tem que ser elaborado com muita brevidade pelo próximo governo. Se eu vier vencer as eleições, é o que a gente vai fazer. Por exemplo, você não pode permitir que essa distância entre a rede privada e a rede pública fique ainda maior em razão da pandemia. Sabe que os alunos da rede privada tiveram um ano de ensino à distância, online. As crianças da rede pública, não. Nossa proposta é fazer, no próximo ano, dois anos em um. Isso vai ser feito com reforço escolar, com disponibilização de acesso à internet para todas as nossas crianças da rede pública e também com laptop ou tablet, o que tiver melhor custo-benefício para permitir que esse fosso social, que já existe, não se amplie ainda mais em razão da pandemia".

Radicais querem a cabeça do número 1

Os bolsonaristas liderados pela deputada Alana Passos estão se mobilizando para iniciar um movimento a favor do impeachment do governador em exercício. A deputada convocou os radicais do seu partido pelas redes sociais. "O Rio sem governador e sem comando, acho que passou da hora de iniciar o impeachment do Cláudio Castro . O Rio não pode ser escravo de gestores incompetentes".

Detran: pente fino

A Controladoria do Detran , responsável pelo pente fino em contratos e despesas, tinha apenas seis funcionários divididos em dois setores. O recém-chegado presidente do órgão, Adolfo Konder, já remanejou pessoal e agora está com 23 pessoas em quatro novos setores que terão como funções principais o controle com lupa das licitações e o acompanhamento dos processos licitatórios já abertos. O recado é claro: maior controle das compras do departamento de trânsito.

Empregos no meio da crise

A Feira Virtual Senac RJ, que começa nesta segunda-feira (26), oferece mais de 2.000 vagas de emprego e estágio em empresas das áreas de serviço, varejo, alimentação, turismo e saúde do estado do Rio de Janeiro . A Feira Virtual Senac RJ acontecerá até o dia 30 de outubro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários