Ex-presidente Michel Temer
Agência Brasil
Ex-presidente Michel Temer

Um almoço restrito a poucos convidados na quinta-feira em São Paulo, mas com gente de peso no cenário político e do PIB, mostra um indicativo do que esperar da Reforma Tributária no Congresso Nacional. 

O presidente da Associação Comercial de São Paulo, Alfredo Cotait Neto, recebeu na sede políticos e empresários, entre eles o ex-presidente Michel Temer, o presidente do PSD, Gilberto Kassab; Johnny Saad, dono da Band TV; Mansueto Almeida, do BTG Pactual e ex-Governo Bolsonaro; entre outros industriais e banqueiros. 

No cardápio, entre uma e outra garfada, o debate sobre o salgado desencontro de projetos em Brasília que pode frear mais uma tentativa de reforma.  Houve unanimidade de que, do jeito que está, a tributária não passará.

Só para um exemplo do peso político, Temer e Kassab controlam duas das maiores bancadas do Congresso Nacional.

As propostas que mais incomodam são as que tratam de Imposto de Renda e a que da unificação do PIS/Cofins. Para eles, a reforma do ministro Paulo Guedes onera patrão e empregado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários