OAB
Senado Federal
OAB

As três principais seccionais da OAB devem ter eleições politizadas neste ano. Em São Paulo, o grupo de advogados “Prerrô”, ligado ao PT e crítico da Operação Lava Jato, vai lançar Dora Cavalcanti. Ela deve enfrentar um candidato de direita, apoiado pelo ex-presidente Marcos da Costa. O atual presidente, Caio Augusto, visto como distante das ideologias, tentará reeleição.

No Rio, a polarização será entre o atual presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, que apoia a reeleição de Luciano Bandeira, e o presidente da República, Jair Bolsonaro, que tem se movimentado para fortalecer a candidatura de Luciano Viveiros.

No Distrito Federal o atual presidente da secional, Délio Lins e Silva, já confidenciou a amigos que é candidato a reeleição, mas pode ter dois concorrentes: os advogados Evandro Parente, filho do ex-ministro do STF Sepúlveda Pertence, e Everardo Gueiros, ex-secretário de PPP do governo Ibaneis, ex-presidente da OAB local.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários