Câmara dos Deputados
Reprodução
Câmara dos Deputados

Entra na pauta de quarta-feira na Comissão de Relações Exteriores da Câmara um requerimento do deputado Eduardo Bolsonaro, para que seja aprovada moção de repúdio ao Hezbollah. Deputados de esquerda já avisaram que, se for pautado, vai ter ‘pancadaria’ verbal.

O PT, PSOL e PCdoB não aceitam que o Hezbollah seja tratado como grupo terrorista. Insistem que se trata de um partido político legal no Líbano. Eduardo Bolsonaro aponta que é um grupo terrorista palestino que já tem base oculta na Tríplice Fronteira Brasil, Argentina e Paraguai e pode promover atentados aqui no País.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários