Hospital de Campanha
Agência Brasil
Hospital de Campanha

O Governo federal começou a fechar o cerco aos governadores diante das seguidas críticas que alguns deles, oposicionistas ao presidente Jair Bolsonaro, fazem sobre a gestão do Ministério da Saúde durante a pandemia do coronavírus. 

A subprocuradora-geral da República, Lindora Araújo – que no órgão cuida do comitê fiscalizador das verbas – enviou um ofício cobrando informações de todos os Estados sobre:  Quantos e quais hospitais de campanha foram construídos no Estado; Quais estão em funcionamento e capacidade; Quais foram fechados e por que; E quais não entraram em funcionamento. 

O ofício foi assinado digitalmente no último dia 12 de março, e enviado aos governadores, que têm até esta sexta-feira para responder à PGR.

O iminente pente fino que o MPF vai passar nestes contratos pode ajudar o discurso de Bolsonaro de que ele mandou muito dinheiro para os governadores, e alguns destes não aplicaram a verba corretamente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários